Segundo informações do jornalista Lauro Jardim, no Blog Radar On-Line, o Botafogo teria formalizado uma proposta de venda do naming rights do Estádio João Havelange para a Record. A ideia é arrecadar dinheiro com a utilização do estádio, mesmo que para o mesmo, rebatizado de Nilton Santos recentemente, receba um novo nome.

Imediatamente, a notícias que também foi trazida pelo Torcedores.com na última segunda-feira (09) teve grande repercussão entre os torcedores alvinegros. Tanto no sentido de dar apoio a medida, quanto de criticar a negociação que daria fim a homenagem feita pelo clube ao ídolo Nilton Santos.

Seja como for, uma outra parte que ficaria pouco a vontade com a concretização desta situação é a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão do futebol brasileiro. A emissora, que disputa audiência diariamente com a Record, não costuma faz propaganda gratuita de quem não paga para anunciar.

No futebol paulista, por exemplo, O Red Bull, equipe que disputa divisão principal esse ano, é chamada de RBD Brasil, assim como o Allianz Parque, estádio do Palmeiras, é conhecido por Arena Palmeiras. Seria muito constrangedor para a Globo em uma transmissão anunciar que o jogo ocorre na Arena Record ou mesmo no “Recordão”.

Assim, caso haja a concretização dessa negociação entre o Botafogo e a emissora do bispo Edir Macedo que é estimada em R$ 15 milhões por ano, é provável que a Globo adote o nome Arena Botafogo para se referir ao estádio do Glorioso.

Fonte: Torcedores.com