O Botafogo segurou o Atlético-MG e empatou em 0 a 0 neste domingo, no Independência, em Belo Horizonte, permanecendo em boa situação na briga para voltar à Libertadores em 2018. Faltando sete jogos para o final, o Glorioso está em quinto, com 48 pontos, quatro de vantagem para o Vasco, primeiro fora do G-7.

O Fogão ainda pode ser ultrapassado na rodada pelo Cruzeiro, que já tem vaga garantida na Libertadores, e está a apenas dois pontinhos do Grêmio, que se classificaria direto para a fase de grupos. Entretanto, o Tricolor Gaúcho está praticamente garantido na final da Libertadores e, se for campeão, abriria mais uma vaga para a fase principal, que hoje seria herdada pelo Bota.

Matheus Fernandes e Fred disputam bola no alto no Horto (FOTO: Lancenet!)

Matheus Fernandes e Fred disputam bola no alto no Horto (FOTO: Lancenet!)

O primeiro tempo começou com uma pressão maior do Atlético-MG, mas logo o Botafogo passou a controlar bem a bola e se aproximar mais da área adversária. Depois dos 25 minutos, o time da casa é quem passou a dominar um pouco mais, mas nenhuma chance clara foi criada. Gatito e Victor tiveram que trabalhar algumas vezes, mas sem muito esforço.

O panorama do jogo não mudou muito na etapa final. O Botafogo ficou mais retraído, com o Atlético-MG tendo mais a iniciativa, mas a zaga do Glorioso se portou muito bem. A melhor chance do Fogão saiu aos 30 minutos: Arnaldo puxou o contra-ataque pela direita e cruzou no segundo pau, Rodrigo Pimpão tocou de primeira, Guilherme recebeu, tirou da marcação, mas chutou e parou na grande defesa de Victor.

O Atlético-MG chegou com perigo aos 37 minutos, com Rafael Moura acertando a trave de Gatito, e em cabeaçada do mesmo He-Man, aos 39. No fim, o empate em Belo Horizonte pode sim ter sido considerado um bom resultado.

Próximos compromissos

O Botafogo volta a campo no próximo sábado para o clássico diante do Fluminense, às 19h, no Estádio Nilton Santos. Depois, viaja até o Recife para encarar o Sport, na Ilha do Retiro, no dia 8 de novembro, às 21h (no horário de Brasília, 20h locais).

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 0 BOTAFOGO

Local: Arena Independência
Data/Hora: 29/10/2017 – 17h
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/SC)
Assistentes: Emerson de Carvalho (Fifa/SP) e Marcelo Van Gasse (Fifa/SP)
Renda e público: R$ 271.640,00 / 10.894 pagantes
Cartões amarelos: Elias (ATL); João Paulo e Carli (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols:

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias e Valdívia (Cazares – Intervalo); Otero (Rafael Moura 35’/2ºT), Robinho (Clayton 45’/2ºT) e Fred – Técnico: Oswaldo de Oliveira.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luis (Guilherme 17’/2ºT); Bruno Silva, Matheus Fernandes, João Paulo e Gilson; Rodrigo Pimpão (Dudu Cearense 39’/2ºT) e Brenner (Vinicius Tanque 28’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

Fonte: Redação FogãoNET