GATITO: 5,5
Fez algumas boas defesas, mas deixou a impressão que poderia sair mais nos cruzamentos

FERNANDO: 5,0
Pouco atacou e teve dificuldades na marcação. O São Paulo forçou no seu lado

MARCELO BENEVENUTO: 4,5
Foi bem na maior parte do jogo, mas mal nos dois gols do São Paulo

GABRIEL: 5,5
Mais seguro, teve boa atuação defensiva, só que errou demais na saída de bola

GILSON: 5,5
Fez seu papel pela esquerda, mais preso na marcação

CÍCERO: 5,0
Pouco apareceu no jogo, seja no combate ou armação. Ajudou na organização e bola aérea

JOÃO PAULO: 6,5
Se movimentou o jogo todo, fez um bonito gol, marcou e armou

GUSTAVO BOCHECHA: 6,5
Apareceu bem para armar e concluir jogadas. Bom passe no gol de João Paulo. Não deveria ter saído

MARCINHO: 4,5
Não se omitiu e tentou o jogo todo, mas errou muito, seja nos passes ou nas finalizações. Perdeu bola fácil na origem do segundo gol, antes do escanteio

LUIZ FERNANDO: 5,5
Uma boa jogada no gol de João Paulo e muito trabalho a Juanfran. No segundo tempo começou a errar mais

VICTOR RANGEL: 5,5
Mostrou nervosismo inicial e dificuldade no domínio de bola, mas foi melhorando, com passes, pivô e movimentação. Dois chutes para fora. Não foi a tragédia que anunciam

LEO VALENCIA: 5,0
Se movimentou e tentou o jogo, mas o time perdeu consistência e força após sua entrada

RODRIGO PIMPÃO: 4,5
Entrou com gás e disposição, porém errou a escolha em todas as jogadas ofensivas

ALAN SANTOS: 4,5
Entrou para proteger a defesa no fim. Não protegeu e não chegou em Pablo no gol

EDUARDO BARROCA: 4,0
Mesmo sem muito material humano, seu time fez bom primeiro tempo, de coragem e ímpeto contra o São Paulo. No segundo, o treinador errou demais, ao tirar Bochecha e Luiz Fernando. E principalmente ao abdicar do jogo colocando Alan Santos. Tentou segurar o empate, perdeu a partida

Fonte: Redação FogãoNET