GATITO: 6,0
Sem culpa no gol, pouco acionado no resto do jogo. Uma boa defesa em chute de Diego

MARCINHO: 6,5
Teve trabalho com Paquetá, mas marcou bem e participou da criação de jogadas

MARCELO: 6,5
Firme na defesa e na recuperação. Cometeu erros na saída de bola

IGOR RABELLO: 6,0
Ganhou o duelo com Dourado e a maioria das jogadas. Mas perdeu o tempo de bola no gol impedido do Flamengo

MOISÉS: 6,5
Carregou o time para a frente no primeiro tempo e participou bem do jogo

RODRIGO LINDOSO: 5,5
Sumido, participou pouco do jogo e teve dificuldades na marcação

JOÃO PAULO: 6,0
Sobrecarregado, se doou muito na marcação, mas pouco jogou

LEO VALENCIA: 4,5
Não é o meia que o Botafogo precisa. Se esforçou e correu, levou perigo em uma cobrança de falta, mas foi caindo de produção até sair vaiado

RODRIGO PIMPÃO: 6,0
É quem mais tenta no ataque – e quem mais erra. Buscou a bola, tentou, mas não foi efetivo

EZEQUIEL: 5,0
Teve personalidade e alguns bons dribles, mas esteve abaixo do nível do jogo. Não rendeu o esperado

KIEZA: 6,5
Deu trabalho, se apresentou e fez um gol anulado

LEANDRO CARVALHO: 5,0
Aberto pelos lados, pouco acrescentou. Mostrou nervosismo na decisão das jogadas e nas faltas

MARCOS VINICIUS: 6,0
Chamou o jogo, deu um bom chute e tentou passes em profundidade. Ainda sem ritmo

BRENNER: sem nota
Entrou no fim

ALBERTO VALENTIM: 6,5
Seu time teve talvez sua melhor atuação. Jogou melhor que o rival e merecia melhor sorte. Faltou talento no ataque e uma arbitragem menos desfavorável

Fonte: Redação FogãoNET