GATITO: 7,0
Sem culpa no gol, fez boas defesas no jogo

MARCINHO: 6,0
Teve dificuldades com Keno, mas ganhou mais do que perdeu os duelos. No ataque foi perigoso em cruzamentos

CARLI: 7,0
Foi firme e se impôs na defesa

IGOR RABELLO: 7,0
Foi mal no lance do gol do Palmeiras, se redimiu ao decretar o empate

GILSON: 6,5
Fez o básico na esquerda, marcou e tentou o apoio. Boas subidas em velocidade

RODRIGO LINDOSO: 5,5
Perdeu um gol de cabeça e errou alguns passes bobos. Mas foi combativo e participativo

MATHEUS FERNANDES: 6,5
Bem na movimentação, na dinâmica e nos desarmes. Pode aparecer mais à frente

GUSTAVO BOCHECHA: 6,0
Após muito tempo parado, mostrou qualidade com a bola e bons passes. Faltou mais pique e poder de marcação

LEO VALENCIA: 6,0
Tentou participar o tempo todo, mas não levou vantagem nos duelos individuais. Foi arma importante nos cruzamentos

LEANDRO CARVALHO: 5,5
Muita correria e tentativa de jogadas individuais, mas precisa saber o momento de tocar a bola. Forçou muito as jogadas

BRENNER: 6,5
Fez bem o papel de pivô, segurou bolas, distribuiu e ameaçou o gol adversário

MARCOS VINICIUS: 6,5
Deu mais poder de criação e organização ao time

RODRIGO PIMPÃO: 6,5
Aberto pela direita, não recebeu tantas bolas, mas brigou, correu e fez bons cruzamentos

KIEZA: 5,5
Perdeu um gol que não costuma perder. Parece fora de ritmo

ALBERTO VALENTIM: 7,0
Fez o Botafogo jogar melhor que o baladado e milionário Palmeiras. Acertou ao começar com 3 volantes e ao arriscar no fim

Fonte: Redação FogãoNET