GATITO: 5,0
Sem culpa direta nos gols, também não apresenta a mesma segurança

ARNALDO: 5,5
Opção pela direita, corre o tempo todo, mas erra demais nas definições

CARLI: 5,5
Fez seu papel na defesa e tentou ajudar no ataque

IGOR RABELLO: 5,5
Atuação com firmeza e sem sustos

GILSON: 4,5
Chegou bastante ao ataque, mas não caprichou. Erro feio no gol decisivo

RODRIGO LINDOSO: 5,0
Pouco protegeu o meio, pouco foi à frente

JOÃO PAULO: 6,5
Jogou praticamente sozinho. Marcou, organizou, deu passes e fez gol

BRUNO SILVA: Zero
Atuação ruim, erros por displicência e gesto injustificável para a torcida

MARCOS VINICIUS: 4,0
Dia de não jogar nada. Atuação apagadíssima

GUILHERME: 0,5
Errou praticamente tudo que fez, irritou torcida, time e companheiros. Menos Jair Ventura

BRENNER: 4,5
Isolado entre os zagueiros, pouco participou. Quando tocou na bola, deu um bom passe para Arnaldo e um cruzamento perigoso

LEO VALENCIA: 6,0
Entra com vontade de jogar e de criar jogadas. Bons cruzamentos, como um para Tanque perder

VINICIUS TANQUE: 4,0
Um domínio pavoroso, uma bicicleta tosca e um gol fácil perdido

RODRIGO PIMPÃO: 5,5
Entrou com vontade e velocidade, arriscando cruzamentos. Apesar das vaias da torcida, não pode ser reserva

JAIR VENTURA: 1,0
O time precisando vencer e ele demorou demais a mexer. Só trocou após sofrer o segundo gol. Suas mexidas não mudam os jogos. E errou feio ao manter Guilherme o jogo todo

Fonte: Redação FogãoNET