DIEGO CAVALIERI: 5,5
A derrota não foi maior devido às suas defesas

FERNANDES: 3,0
Muito mal. Deixou espaços generosos, não produziu com a bola no pé e irritou com faltas e escanteios à meia-altura

KANU: 4,5
Bobeou no primeiro gol e foi vencido no alto no segundo. Jogou sério e firme o resto do jogo, mas teve dificuldades na velocidade

SOUSA: 5,0
Mostrou personalidade, fez bons lançamentos, saiu jogando e fez um gol mal anulado. Problemas na marcação

LUCAS BARROS: 4,0
Passou em velocidade e recebeu diversos bons passes. Errou todos os cruzamentos

CAIO ALEXANDRE: 6,5
O melhor do time. Jogou pelos três do meio-campo, marcou, armou e deu bons lançamentos

GUSTAVO BOCHECHA: 3,0
Atuação ruim e sem vontade. Faltou intensidade. Chegou a perder uma bola fácil na própria área

LUIZ OTÁVIO: 4,0
Apático e escondido, pouco apareceu para o jogo. Com a bola, não mostrou nada relevante

ÊNIO: 6,0
Deu um ótimo passe para Igor Cássio perder gol e tentou jogadas agudas

LUCAS CAMPOS: 3,5
Apagadíssimo, perdeu quase todas as bolas. Foi presa fácil para os adversários

IGOR CÁSSIO: 4,0
Não vinha bem como ponta e foi mal como centroavante. Pouco participativo, perdeu um gol e não incomodou os rivais

RAFAEL NAVARRO: 5,5
Ao menos entrou com vontade e disposição, mesmo que de forma atabalhoada. Participou de algumas jogadas ofensivas

DEDÉ: 4,5
Deu mais velocidade e gás na direita, mas teve muita dificuldade com a bola no pé

WENDERSON: 4,0
Não engrena. Pareceu perdido na marcação e na construção de jogadas

BRUNO LAZARONI: 3,5
Recebeu um time ruim e não extraiu nada. Dois jogos, duas derrotas, saldo negativo e poucos destaques

Fonte: Redação FogãoNET