HELTON LEITE: 8,0
Salvou o time com boas defesas nos dois tempos e segurança. Quase pegou o pênalti

DIEGO: 5,5
Atuação correta, sem sustos na marcação e dando opção no ataque

JOEL CARLI: 6,0
Com um time desestruturado, ficou meio perdido. Mas manteve seu nível

IGOR RABELLO: 5,0
Alternou bons desarmes com erros de posicionamento e chutões sem direção. Não passou segurança

JEAN: 3,0
Atuação fraca. Cometeu pênalti desnecessário, marcou mal e não atacou

DIERSON: 4,0
Outro que não foi bem. Não protegeu a defesa e errou muito com a bola no pé

FERNANDES: 5,0
Tentou jogadas, mas pouco produziu, defensiva ou ofensivamente. Pode render mais.

LIZIO: 4,0
Algumas jogadas boas, dribles e movimentação, mas sem manter um nível regular. Ainda não justificou a contratação

GERVASIO NUÑEZ: 2,5
Jogo para esquecer. Errou tudo, atrasou jogadas, não criou nada. Único ponto positivo foi participar do lance do pênalti

NEILTON: 6,0
Tentou o tempo todo. Errou muitas vezes, mas não se omitou e apresentou alguma evolução

LUIS HENRIQUE: 4,5
Centroavante, quase não tocou na bola. Quando ela chegou, também não foi muito efetivo

SASSÁ: 8,0
Entrou, colocou fogo no jogo, criou chances, perdeu gols e teve personalidade para bater o pênalti e marcar

BRUNO SILVA: 0,5
Era dar experiência e poder de marcação ao time. Quase pôs tudo a perder ao levar dois cartões por reclamação e ser expulso em 24 minutos em campo

RODRIGO LINDOSO: Sem nota
Não teve tempo para ser avaliado

RICARDO GOMES: 5,0
Arriscou ao colocar um time todo reserva. Deu sorte que funcionou e preservou os principais jogadores para a final do Carioca

Fonte: Redação FogãoNET