GATITO: 7,0
Sem culpa, levou quatro gols. Pegou mais um pênalti

LUIS RICARDO: 6,0
Vem melhorando a cada partida. Nesta atacou mais e deu assistência para Guilherme

CARLI: 5,0
Como líder da defesa, também afundou no apagão no fim

IGOR RABELLO: 5,0
Bem no jogo quase todo, exceto no apagão dos minutos finais

VICTOR LUIS: 6,5
Foi um leão na marcação e tentou apoiar. Time sentiu sua saída

RODRIGO LINDOSO: 5,0
Errou mais que de costume com a bola e, no fim, não protegeu a defesa

MATHEUS FERNANDES: 5,0
Muita correria e empenho na marcação. Pouco produziu

JOÃO PAULO: 5,0
Não manteve o nível dos últimos jogos e falhou no primeiro gol

MARCOS VINICIUS: 8,0
Acabou com o primeiro tempo, com dois gols, dribles e criação

RODRIGO PIMPÃO: 5,0
Participou de gol de Marcos Vinicius e foi bem enquanto jogou taticamente. No fim, se lançou ao ataque, quase fez um gol de bicicleta, mas não matou o jogo

ROGER: 6,5
Fez seu papel de pivô, deu passes e sofreu diversas faltas. Saiu com o time vencendo

GUILHERME: 5,5
Um bonito gol. Mas tomou decisões erradas na hora de matar a partida e não ajudou na marcação

VICTOR LINDENBERG: 4,0
Após sua entrada, o lado esquerdo ruiu. Injusto dizer que é o único culpado, mas seu setor ficou vulnerável demais

BRENNER: 5,0
Em sua estreia, deu um chute perigoso quando tinha opções de passe. Pouco contribuiu

JAIR VENTURA: 3,0
Apesar de o time todo ter apagado no fim, errou feio ao manter 3 atacantes quando vencia por 3 a 1. Deveria recompor o meio quando tirou Roger ou criar soluções defensivas contra as mexidas do São Paulo na frente. A equipe se lançou com tudo ao ataque e ficou exposta

Fonte: Redação FogãoNET