GATITO: 9,0
Atuação espetacular, pegando quase tudo. Que goleiro! Evitou a derrota e até a goleada

ARNALDO: 4,5
Muito abaixo do normal, abusou de errar passes e estragar jogadas

MARCELO: 6,5
Rápido e seguro, teve atuação sólida no jogo

IGOR RABELLO: 5,0
Errou diversas vezes o tempo de bola e foi

VICTOR LUIS: 4,5
Mais um jogo em nível baixo. Deixa espaços na zaga e não consegue ser útil no ataque

MATHEUS FERNANDES: 5,0
Preso à frente dos zagueiros, perde suas melhores características, de desarme e movimentação. Pouco fez

BRUNO SILVA: 5,5
Muita vontade e pegada no meio, mas deixou a desejar com a bola no pé

RODRIGO LINDOSO: 6,0
Com mais liberdade, teve dificuldades quando foi marcado, mas mostrou lucidez em alguns passes e quase fez um belo gol

JOÃO PAULO: 5,5
Não tem rendido nem como meia nem como volante. Caiu bastante. Mas não se omite nem deixa de lutar

RODRIGO PIMPÃO: 3,0
Não criou qualquer jogada de perigo e fez pênalti infantil. Mal demais

BRENNER: 5,0
A bola praticamente não chegou. Poucos recursos fora da área

MARCOS VINÍCIUS: 6,5
Poderia participar mais do jogo, pois tem certa qualidade. Apareceu no fim com o gol de empate

GUILHERME: 6,0
É o jogador mais lúcido e criativo do time, ao mesmo tempo que é individualista e erra decisões. Ao menos algo pode sair dos seus pés

VINICIUS TANQUE: sem nota
Entrou no fim

EMÍLIO FARO: 5,5
Substituto de Jair Ventura, viu seu time ser envolvido e não encontrou soluções para mudar o jogo. Achou o empate no fim

Fonte: Redação FogãoNET