HELTON LEITE: 7,0
Fazia uma ótima partida, com boas defesas e saídas do gol, até se machucar

MARCELO: 6,5
Mesmo improvisado na lateral, se saiu bem e desarmou a maioria. Errou no gol. Poderia ter jogado para escanteio

CARLI: 7,0
Um xerife, ganhou tudo por cima e se impôs em sua estreia na Libertadores

EMERSON SILVA: 6,5
Foi firme e seguro o tempo todo. Ficou devendo na saída de bola

VICTOR LUIS: 7,5
Disposição de invejar, luta por todas as bolas e apoio ao ataque. Bateu bem seu pênalti

AIRTON: 7,5
Um primeiro tempo de encher os olhos. Diminuiu o ritmo no segundo.

BRUNO SILVA: 7,0
Guerreiro, lutou em tudo quanto é lado. Foi importante para dar equilíbrio

JOÃO PAULO: 6,5
Correu o tempo todo, brigou e não se omitiu. Mas ainda esteve mais devagar que o ritmo do jogo

MATHEUS FERNANDES: 6,5
Fazia um bom jogo, com passes, movimentação e combate, até ser substituído por escolha tática (errada)

CAMILO: 5,0
Está devendo. Não participou tanto do jogo nem na marcação nem na criação de jogadas. Converteu pênalti com categoria

RODRIGO PIMPÃO: 7,5
Que disposição! Sozinho no ataque, deu trabalho, correu muito, ajudou na marcação e fez seu gol nos pênaltis

GILSON: 4,5
Com sua entrada, o time caiu muito. Ficou preso na marcação e não deu a válvula de escape necessária pela esquerda

GATITO FERNÁNDEZ: 10
Entrou no segundo tempo, levou gol sem culpa e foi um gigante nos pênaltis. Pegou 3!

GUILHERME: sem nota
Pouco tempo em campo

JAIR VENTURA: 7,0
Acertou na escalação com Marcelo na lateral e Matheus Fernandes no meio. Mandou mal ao colocar Gilson. Mas seu time foi consciente e mereceu a vaga

Fonte: Redação FogãoNET