JEFFERSON: 6,5
O lance do gol era difícil. Seguro no resto do jogo, exagerou nas saídas de bola curtas

MARCINHO: 7,0
Muito acionado, ganhou e perdeu disputas, mas teve o mérito de não se omitir. Deu bons dribles, como no lance da assistência para Brenner

CARLI: 6,5
Firme na marcação, levou vantagem na maioria

IGOR RABELLO: 5,5
No geral foi bem, porém perdeu a disputa do gol do Grêmio

GILSON: 8,0
Foi peça importante nas arrancadas em velocidade e fez um golaço no fim

RODRIGO LINDOSO: 6,0
Discreto, marcou e organizou o início das jogadas

MATHEUS FERNANDES: 6,0
Começou bem, marcando e chegando à frente, mas caiu de produção no segundo tempo

RENATINHO: 7,0
Fez um bom jogo, tanto no meio quanto aberto nas pontas

LEO VALENCIA: 5,0
Novamente apagado, recebeu bolas, mas não deu sequência

RODRIGO PIMPÃO: 5,0
Aberto pela direita, pouco produziu. Não foi incisivo nem efetivo

BRENNER: 7,5
Fez boas jogadas, mais um gol e segurou a bola. Vive boa fase

MARCOS VINICIUS: 5,o
É melhor que Leo Valencia com a bola, mas colabora pouco na marcação e ocupação de espaços. Pouco produziu nesse jogo

EZEQUIEL: 6,5
Entrou com gás e correria, tentando as jogadas, mas pecou na finalização. Bem no domínio e no passe para Gilson marcar o gol decisivo

KIEZA: sem nota
Pouco tempo em campo

ALBERTO VALENTIM: 7,0
Seu time fez bom primeiro tempo e merecia já sair em vantagem. Porém, a equipe piorou quando abriu Renatinho e colocou Marcos Vinicius no meio, embora tenha acertado ao tirar Valencia. Coroado no fim por manter a organização e por sempre acreditar

Fonte: Redação FogãoNET