HELTON LEITE: 5,5
Não teve culpa nos gols e fez algumas intervenções boas

MARCINHO: 6,0
Pareceu sentir o peso do clássico, mas não foi mal. Ficou mais preso à marcação

RENAN FONSECA: 6,5
Apesar de alguns sustos, teve atuação sólida e consistente, cortando diversos ataques

RABELLO: 6,5
Também mostrou segurança e saiu bem com a bola. Empurrado por Mancuello no gol de Guerrero

GILSON: 6,0
Foi firme na marcação e deu opção de transição em velocidade. Precisa melhorar cruzamentos

DUDU CEARENSE: 5,5
Não estava mal no jogo, mas foi substituído no intervalo. Participou do gol e brigou bastante no meio

MATHEUS FERNANDES: 6,5
Melhorou no segundo tempo, com boa dinâmica, passes e movimentação

RODRIGO LINDOSO: 4,0
Atuação bem abaixo da média. Perdeu chances de contra-ataque, pouco ajudou na marcação e não atacou

JOÃO PAULO: 5,0
Começou discreto, melhorou um pouco. Tem qualidade, mas ainda não se encontrou

GUILHERME: 7,5
Melhor opção do Botafogo, melhora a cada jogo e pode virar solução no time titular. Criou as melhores jogadas e deu passe para o gol de Roger

ROGER: 7,0
Brigou, lutou, fez gol, mandou a torcida do Flamengo se calar e deu chegada forte em Willian Arão. Cresceu no clássico

BRUNO SILVA: 6,0
Entrou cheio de gás e disposição pelo lado direito e ajudou na marcação. Faltou caprichar no ataque

LEANDRINHO: 6,5
Entrou melhor que nos últimos jogos, fez boas jogadas e mandou duas bolas no travessão. Evoluiu

VINICIUS TANQUE: 6,5
Outro que vem crescendo. Entrou, deu alternativo, fez jogada para Leandrinho finalizar no travessão e incomodou

JAIR VENTURA: 7,0
Seu time reserva podia ter vencido o Flamengo. Não merecia perder. Ganhou opções

Fonte: Redação FogãoNET