DIEGO CAVALIERI: 5,5
Algumas boas defesas, mas indecisão em uma saída aérea e no lance do gol

FERNANDES: 4,0
Improvisado na lateral, sofreu na marcação e se enrolou no apoio. Acertou uns lançamentos

KANU: 6,5
Melhor do Botafogo no jogo. Seguro e firme, mostrou personalidade e cortou diversas bolas

SOUSA: 5,5
Para uma estreia, foi bem. Jogou simples e não comprometeu. Faltou mais qualidade na saída de bola

LUCAS BARROS: 4,5
Cumpriu seu papel defensivo, mas com a bola pouco fez. Pareceu intimidado

CAIO ALEXANDRE: 5,0
Começou bem organizando as jogadas e fazendo a saída de bola. Aos poucos perdeu o vigor, não se encontrou mais na marcação nem participou das jogadas

LUIZ OTÁVIO: 4,5
Mostrou muito pouco. Só correu atrás da bola na marcação e nada produziu

GUSTAVO BOCHECHA: 4,5
Ritmo exageradamente lento e pouca participação. Fez uma falta feia e levou cartão amarelo

LUCAS CAMPOS: 5,0
Ciscou, mostrou qualidade no domínio de bola, mas foi pouco efetivo no ataque, na hora dos dribles, passes ou chute

VINICIUS TANQUE: 4,0
Passou o jogo todo de costas e o melhor que fez foi sofrer faltas. Se enrolou com a bola algumas vezes e deu cabeçadas tortas

IGOR CÁSSIO: 4,5
Só Valentim não entendeu que não é ponta. Pesado, não leva vantagem nem tem o drible. Deveria ter entrado como centroavante

WENDERSON: 3,5
Entrou improvisado de lateral e não acertou nada. Mal na marcação, errou feio no lance do gol. Com a bola, nada fez de relevante

ÊNIO: 5,0
Entrou, tentou algumas jogadas, mas pouco conseguiu

RAFAEL NAVARRO: 5,5
Ao menos entrou com vontade e iniciativa, tentando as jogadas para a frente

BRUNO LAZARONI: 4,0
Com um time limitadíssimo à disposição, errou com Igor Cássio de ponta. E não mexeu bem, com Wenderson entrando mal, depois deixando três centroavantes em campo (Igor Cássio, Vinicius Tanque e Rafael Navarro). O time não chutou a gol

Fonte: Redação FogãoNET