GATITO: 6,5
Se recuperou da terrível falha contra o Internacional e evitou uma derrota pior para o Atlético-MG com boas defesas

MARCINHO: 5,0
Ainda um pouco preso depois da lesão, apareceu mais no ataque, mas sem ser efetivo

MARCELO BENEVENUTO: 5,5
Atuação razoável, com bons cortes

JOEL CARLI: 6,0
Tirou bolas perigosíssimas. Lutou muito

LUCAS BARROS: 3,0
Falhou nos dois gols e em outros lances. Tímido, não atacou e teve muita dificuldade na defesa

CÍCERO: 3,5
Errou saídas bolas bobas, perdeu chance boa de empate e levou o terceiro cartão amarelo

JOÃO PAULO: 6,0
O único ponto de lucidez no time. Sofreu por ter que fazer tudo

LEO VALENCIA: 4,0
Errou praticamente tudo que tentou. Sem velocidade nem força, não ameaçou o adversário

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

LUIZ FERNANDO: 5,0
Começou com ímpeto e escapadas pela direita, mas errando na tomada de decisão. No segundo tempo só acertou uma jogada, bom cruzamento que Cícero desperdiçou

DIEGO SOUZA: 4,0
Foi nulo no ataque, até porque a bola pouco chegou. Tentou recuar, mas nada produziu. Levou terceiro cartão amarelo

RHUAN: 4,5
Correu e se esforçou, mas errou feio ao perder a bola no primeiro gol

LUIS HENRIQUE: 7,0
Foi o melhor do time. Correu, se movimentou, deu opção, quase fez gol. Boa surpresa

VINICIUS TANQUE: 5,5
Foi melhor que os outros atacantes. Buscou o jogo e arriscou um chute

WENDERSON: sem nota
Pouco tempo em campo

ALBERTO VALENTIM: 4,0
Seu time foi completamente dominado, não mostrou compactação, não foi equilibrado e não teve poder de ataque

Fonte: Redação FogãoNET