GATITO: 6,0
Inseguro em alguns lances pelo alto, firme em outros. Sem culpa no gol

FERNANDO: 4,5
Jogou com garra e vontade, faltou mais qualidade

CARLI: 4,0
Nervoso o jogo todo, bobeou no gol do Flamengo. Se entregou, mas não podia errar nesse lance

GABRIEL: 6,5
Grande partida, por cima, por baixo e na saída de bola

YURI: 6,5
Foi muito bem. Anulou Everton Ribeiro, marcou com força e saiu com a bola no pé

CÍCERO: 5,5
Fez a proteção à zaga e brigou por cima. Foi útil

JOÃO PAULO: 6,0
Era o melhor jogador do Botafogo, correu por todos os lados, recuperou bolas e armou jogadas. Mas errou ao tentar marcar na frente no lance do gol

ALEX SANTANA: 5,0
Sem ritmo e desconectado jogo, não foi bem

LEO VALENCIA: 6,0
Correu muito, lutou e tentou criar jogadas ofensivas

LUIZ FERNANDO: 2,0
Poderia ser o herói do clássico, mas perdeu gol claro, foi expulso infantilmente e comprometeu. Saiu como vilão

IGOR CÁSSIO: 5,5
Lutou bastante no ataque e deu trabalho. Quase marcou no primeiro tempo

JEAN: 5,5
Entrou com força e vontade, mas atabalhoado e com certa dose de imprudência

LUCAS BARROS: sem nota
Pouco tempo em campo

VICTOR RANGEL: sem nota
Quase não jogou

ALBERTO VALENTIM: 5,0
O time deu esperança, mostrou competitividade, intensidade e força. Poderia ter empatado. A expulsão mudou tudo. Demorou demais a mexer, poderia tirar antes o cansado Igor Cássio

Fonte: Redação FogãoNET