JEFFERSON – 6,5
Raramente acionado, mostrou a segurança de costume nas poucas vezes queteve trabalho.

DIEGO – 6,0
Cumpriu seu papel na defesa, deu opção de velocidade pela direita, mas apareceu pouco no ataque

RENAN FONSECA – 6,5
Atuação firme e segura, sem comprometer defensivamente. Levou a melhor sobre Leandrão

EMERSON SILVA – 6,5
Bem pelo alto, tranquilo pelo chão. Errou em saídas de bola ao forçar lançamento. Cortou chute perigoso de Leandrão

JEAN – 6,0
Limitou-se a fazer o básico, tanto na marcação quanto a bola no pé. Quando arriscou um chute, levou perigo

DIERSON – 5,0
Pareceu perdido na marcação e errou jogadas fáceis. Podia ter rendido

FERNANDES – 7,0
Outro que poderia jogar melhor. Perdeu bolas bobas e deixou de dar andamento a algumas jogadas. Mas foi bem nos chutes de longe e decidiu o jogo no fim

GERVASIO NÚÑEZ – 4,0
Errou quase tudo que tentou. Seja pela esquerda ou pela direita, não produziu quase nada

SALGUEIRO – 4,5
Ainda sem ritmo, buscou o jogo, mas errou bastante. Perdeu pênalti no início do segundo tempo e foi substituído

NEILTON – 5,0
Sumido no jogo, poderia participar mais. Ficou muito preso ao lado esquerdo. Com a bola nos pés, mostrou habilidade e velocidade

RIBAMAR – 6,5
Muita garra e briga por todas as bolas. Perdeu dois gols que poderiam ter dado tranquilidade ao time

LUIS HENRIQUE – 6,0
Entrou com vontade e disposição de mudar o jogo, mas foi pouco efetivo. Não se omitiu

LEANDRO – 6,5
Deu mais dinâmica do que Yacaré, se movimentou e trocou passes. Mas errou na hora de dar os passes mais incisivos

LIZIO – 6,0
Entrou, ciscou e deu mobilidade ao time. Porém, no pouco tempo em que esteve em campo, não produziu jogadas perigosas

RICARDO GOMES – 6,5
Fez bem em poupar o time e dar chance a outros jogadores. Taticamente a equipe foi bem, dominando a partida e controlando o Boavista, mesmo sem ser brilhante. As mexidas tornar o Botafogo mais ofensivo

Fonte: Redação FogãoNET