SAULO: 2,0
Voltou a ser o Saulo. Inseguro, indeciso e que basta chutar que é gol. Titubeou na saída do primeiro gol e falhou feio no segundo. Derrota na conta dele

MARCELO BENEVENUTO: 4,5
Improvisado de lateral, fez o possível. Jogou com raça, correu, marcou e foi perigoso no jogo aéreo

CARLI: 3,0
Está muito mal. Lento, reclamão, parando nas jogadas. Marcou errado nos dois gols

IGOR RABELLO: 3,5
Errou o corte no primeiro gol e ajeitou para Bergson. Teve dificuldades na velocidade, mas foi melhor que Carli

GILSON: 5,0
Foi um dos melhores do time, por incrível que pareça. Marcou, cortou bolas perigosas e sofreu o pênalti na frente

RODRIGO LINDOSO: 3,0
Atuação fraca. Apagado, errou passes, não marcou, não criou jogadas, não fez nada

MATHEUS FERNANDES: 3,5
Melhor que o companheiro apenas por marcar e desarmar mais. Mal com a bola no pé

LEO VALENCIA: 2,5
O que fez em campo? Só alguns escanteios perigosos no primeiro tempo. Lastimável, não consegue ganhar uma jogada

LUIZ FERNANDO: 4,0
Sua pior atuação recente. Correu e tentou, mas errou os dribles e definições de jogada. Levou o terceiro amarelo de forma boba

ERIK: 3,5
Apagado, ciscou, mas pouco produziu. Mais marcou Marcio Azevedo do que jogou. Ainda assim, poderia não ter sido substituído, pois é um dos poucos que podem fazer algo nesse time

BRENNER: 6,0
Fez o gol de pênalti, lutou sozinho na frente e ganhou algumas bolas. Perdeu um gol, mas se esforçou o tempo todo

RENATINHO: 3,5
Vai chegar em novembro e até agora não tem condições físicas de jogo. Completamente fora de ritmo

BOCHECHA: 3,0
Entrou, perdeu bolas bobas e foi facilmente vencido por Nikão na origem do gol decisivo

AGUIRRE: Sem nota
Pouco tempo, quase não apareceu

ZÉ RICARDO: 3,0
Não consegue fazer o time jogar nem se defender. O Botafogo piora a cada jogo, a cada substituição do técnico e a cada tempo

Fonte: Redação FogãoNET