SAULO: 1,5
No único chute a gol, falhou de forma feia e entregou 2 pontos. Do outro lado, Fábio fechou o gol. Quanta diferença…

MARCINHO: 6,0
Teve altos e baixos, mas não se omitiu. Sobrecarregado, teve que marcar, participar da maioria das jogadas ofensivas e ser o homem da bola parada. Em um bom lance, quase construiu a vitória, Fábio fez milagre

CARLI: 6,0
Foi firme na marcação e ganhou a maioria das disputas. Mas levou o terceiro cartão

IGOR RABELLO: 6,5
Fez bom jogo, levou vantagem nas disputas e mandou uma bola no travessão

MOISÉS: 6,0
Outro com altos e baixos, foi intenso e correu o tempo todo. Precisa melhorar na parte ofensiva e cruzamentos

JEAN: 6,0
Fez atuação correta, com muita força na marcação e combate direto. Levou cartão injusto, o terceiro

GUSTAVO BOCHECHA: 5,0
Tem qualidade com a bola, mas não entrou no jogo. Falta mais intensidade e participação, não adianta só rodar a bola

RODRIGO LINDOSO: 5,0
Pareceu perdido no início, fora de posição e voltando de lesão. Aos poucos foi se acertando e participando da construção de jogadas. Mas errou passes bobos demais

LUIZ FERNANDO: 7,5
Foi perigoso o tempo todo, correu muito, fez um belo gol e deu trabalho

ERIK: 6,5
Em alguns momentos forçou demais a jogada. Mas mostrou qualidade e foi importante no setor ofensivo mais uma vez

KIEZA: 5,0
De positivo a briga com os zagueiros, sofrer faltas, ganhar tempo e fazer pivô. Mas teve duas chances e não fez o gol. Em uma errou o movimento da cabeçada

MATHEUS FERNANDES: 6,0
Entrou bem, com mobilidade, dinâmica e correria pelo lado direito. Precisa definir melhor as jogadas

AGUIRRE: 5,0
Pouco tocou na bola. Não consegue prender ela no ataque e chamar jogo, nem se deslocar para receber passes

EZEQUIEL: sem nota
Pouco tempo em campo

ZÉ RICARDO: 6,5
Fez bem em admitir a baixa qualidade do time e fechá-lo. Merecia a vitória, porque criou mais, fez gol, botou bola no travessão, teve pênalti não marcado e levou gol em um frangaço do goleiro

Fonte: Redação FogãoNET