GATITO: 5,0
Sem culpa nos gols e sem brilho no jogo

ARNALDO: 4,0
Correu muito, tentou levar o time ao ataque, mas errou demais

CARLI: 4,5
Capitão destemperado, tomou outro cartão bobo, discutiu, brigou e deu espaços generosos na velocidade

IGOR RABELLO: 5,0
Faz sua parte como zagueiro, mas quando fica exposto também vacila. Melhor que Carli

VICTOR LUIS: 1,0
Já deveria ter sido devolvido para o Palmeiras há tempos. Erros grosseiros na zaga e nada útil na frente

DUDU CEARENSE: 2,5
Um papelão sua trapalhada com Lindoso para entregar o segundo gol. Já pode se aposentar

RODRIGO LINDOSO: 1,0
Atuação vergonhosa. Não marcou, não criou, não atacou. E entregou um gol

MATHEUS FERNANDES: 4,5
Vai ser aliviado porque correu, combateu e tentou jogar

VALENCIA: 5,0
Foi quem mais quis jogo. Lutou muito, correu, deu bons passes, cruzou. Perdeu bolas, mas nunca desistiu

GUILHERME: 1,5
Abandonou o jogo no primeiro gol. De resto, nada útil, mais uma vez

BRENNER: 6,0
Fez bem o pivô, fez gol de oportunismo e deu assistência. Fez sua parte

EZEQUIEL: 6,0
Entrou incendiando o jogo e fez bonito gol. Pode evoluir

MARCOS VINICIUS: 4,0
Entrou em campo? Ciscou, mas nada produziu. Jogador omisso e sem garra

VINICIUS TANQUE: 3,0
O time acabou quando ele entrou. Não levou vantagem em nenhuma bola e fez faltas desnecessárias

JAIR VENTURA: 1,0
Deve estar satisfeito, pois dizia não ter obrigação de Libertadores. Enquanto outros escalam o Everest, o treinador arranja desculpas. Errou ao insistir com Guilherme e matou o time, que estava em seu melhor momento, colocando Marcos Vinicius e Vinicius Tanque

Fonte: Redação FogãoNET