Atuações FOGÃONET: confira as notas dos jogadores do Botafogo no clássico

Compartilhe:

JEFFERSON – NOTA 6,5
Não teve culpa no gol do Flamengo, foi seguro quando exigido, mas não teve muito trabalho.

EDILSON – NOTA 1,0
Horrível. Deixou uma avenida no lado direito do Botafogo e nem nas bolas paradas conseguiu ajudar. Precisa lembrar que é lateral. É muito grosso, poderia ter sido facilmente expulso.

BOLÍVAR – NOTA 4,0
Foi envolvido pela defesa do Flamengo, não mostrou a segurança que um zagueiro com a experiência que tem precisa demonstrar.

DÓRIA – NOTA 3,5
Também teve muito trabalho para segurar o ataque do Flamengo. Chegou atrasado na marcação de Alecsandro no gol que decidiu o clássico.

JÚLIO CÉSAR – NOTA 5,0
Foi melhor que Edilson, mas está num nível inferior ao titular Junior César. Pelo menos não se omitiu e correu enquanto pôde.

AIRTON – NOTA 6,5
Não tem técnica para sair jogando, mas demonstrou muita raça até o fim. Desarmou, marcou e tentou inclusive ajudar na armação. Foi um leão.

GABRIEL – NOTA 5,0
Tentou fazer a bola girar, mas também ficou perdido no bagunçado meio-de-campo do Botafogo.

BOLATTI – NOTA 5,5
Estava fazendo uma partida razoável no primeiro tempo, tentando ajudar na armação das jogadas. Teve dificuldade na marcação e foi substituído no intervalo.

ZEBALLOS – NOTA 4,0
Entrou no intervalo no lugar de Bolatti e deu mais opções na frente, caindo pelo lado direito e, depois, pelo lado esquerdo. Perdeu boas chances de empatar o jogo, principalmente no lance em que o zagueiro Marcelo errou sozinho. Apesar de ter desperdiçado oportunidades, não pode ser reserva do possante Yuri Mamute.

CARLOS ALBERTO – NOTA 2,0
Individualista demais, levou cartão amarelo por simulação ainda no primeiro tempo. Sabe jogar, mas precisa tocar mais a bola. Não deu para entender como ficou 77 minutos em campo.

WALLYSON – NOTA 4,5
Entrou no fim, não teve muito tempo para ajudar. Estabanado.

YURI MAMUTE – NOTA 3,5
É forte, tentou ajudar o ataque, mas não tem condições técnicas de ser titular do Botafogo. Como é garoto, a torcida precisa ter um pouco de paciência. Mas, hoje, não dá para jogar nesse time.

DANIEL – NOTA 3,0
Entrou no segundo tempo no lugar de Yuri Mamute e pelo menos tentou, mas errou a grande maioria dos lances que tentou. Quis dar um drible quando a bola caiu no pé dele sozinho dentro da área rubro-negra.

EMERSON SHEIK – NOTA 7,0
É disparado o melhor jogador do time. Apesar de visivelmente não estar 100%, correu o tempo todo, tentou criar chances, mas sofre para tabelar com jogadores do quilate de Yuri Mamute, Edilson e Daniel. Dá pena de vê-lo nesse time.

VAGNER MANCINI – NOTA 3,0
Errou ao optar por Yuri Mamute ao invés de escalar Zeballos. Demorou demais a tirar Carlos Alberto, péssimo durante toda a partida. Precisa encontrar uma formação, hoje quis inventar e se deu mal. O time é muito bagunçado. Pelo menos tem em mãos um time de jogadores briosos.



Fonte: Redação FogãoNET
Comentários