Cruzeiro, Santos, Atlético-MG, Flamengo e Atlético-MG. Quando o futebol brasileiro retornar, após a realização da Copa América, o Botafogo terá pela frente uma sequência pesada, com jogos de Campeonato Brasileiro e da Sul-Americana em julho.

O técnico Eduardo Barroca, em entrevista ao canal do TF, do jornalista Thiago Franklin, descartou priorizar alguma competição.

– A sequência é difícil, com adversários fortes, mas difícil também para os adversários que vão enfrentar Botafogo. Em nenhum momento penso em priorizar, o Botafogo tem necessidade de ir bem em todas as competições. Tem um período para se preparar muito bem. No momento de volume maior de jogos, penso em tirar treinamentos para o jogador chegar inteiro, não tirar jogadores importantes dos jogos. O Botafogo tem necessidade dos melhores jogadores e disputar no melhor nível. Tem casos especiais, se aparecerem vamos pensar no melhor para o clube. Mas o Botafogo tem que disputar como protagonista, com coragem e confiança, é como vai se engrandecer ainda mais – destacou Barroca.

Nas graças da torcida, que adotou a expressão Barroquismo, o treinador agradeceu todo o apoio e prometeu fazer de tudo para recompensar.

– Minha relação com a torcida do Botafogo é muito especial, sempre foi, desde o sub-20. Reconhece o esforço do profissional, sabe que além dos resultados trabalho pela instituição, tenho carinho, gratidão e benquerência muito grande. É fundamental o fortalecimento da instituição do Botafogo, respeito a grandeza. Os torcedores reconhecem naturalmente. Trabalho muito, chego cedo, saio tarde, trabalho entre 16 e 18 horas pelo dia dentro do clube. Sou muito grato ao torcedor, é um combustível a mais para que consiga cobrar os jogadores e corpo funcional para retribuirmos esforço e carinho pelo nosso trabalho – garantiu o treinador, que completou.

– Não me sinto no direito de mandar mensagem ao torcedor ou criar expectativa equivocada. Ele sabe que aqui tem profissional que vai se dedicar ao máximo, que pensar que o Botafogo tem que ser protagonista e corajoso. Sei bem o futebol que a torcida gosta e o comportamento que espera. vou lutar incessantemente para todo mundo trabalhar nessa direção, buscando os melhores resultados e disputar todos os títulos, tem que ser a prioridade. É o engrandecimento da instituição com resultados. Não me sinto capaz de pedir, temos que conquistar, ter trabalho que torcida se identifique, jogadores felizes e honrados por vestir essa camisa. Vou cobrar muito para juntos atingirmos os objetivos.

Veja a entrevista completo de Eduardo Barroca no Canal do TF:

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do TF