Ao lado do presidente Nelson Mufarrej e do diretor de futebol Gustavo Noronha, o técnico Eduardo Barroca foi apresentado na tarde desta terça-feira como novo técnico do Botafogo. Na entrevista coletiva à imprensa no Estádio Nilton Santos, o novo comandante alvinegro ressaltou a alegria de retornar ao clube e agradeceu ao antecessor Ricardo.

– É com muita alegria que agradeço pela oportunidade. Minha relação com o Botafogo é profissional, mas toda a experiência aqui dentro me moldou. Tenho um carinho especial pelo clube. Respeito muito o Zé, temos relação estreita, nossos caminhos se cruzaram muito, temos uma relação familiar. Meu respeito pelo que ele fez no Botafogo é muito grande. Com certeza vou dar sequência a tudo de bom que ele deixou para a gente – afirmou Barroca.

Muito elogiado por sua metodologia de trabalho e estilo de jogo, Eduardo Barroca afirmou que o objetivo é conquistar resultados rapidamente. Eliminado de forma precoce na Copa do Brasil e no Campeonato Carioca, o Botafogo estreia no Campeonato Brasileiro no dia 27, contra o São Paulo, no Morumbi.

– Li muita coisa sobre essa questão do meu estilo. Meu estilo vai ser conseguir resultados a curto prazo. Sei que o Botafogo precisa de resultados imediatos. Vou pautar meu trabalho nesse primeiro momento em três partes em ordem de importância: conseguir resultados a curto prazo, que é o que o clube mais precisa; segundo: jogar um futebol que a torcida gosta e pela experiência no clube sei como é, e por último poder junto com isso desenvolver os jovens jogadores do clube para que a gente consiga aproveitá-los da melhor forma possível – disse, completando:

– São nove treinos em dez dias até a estreia. Acho que é um momento importante. O Botafogo nas quatro primeiras rodadas do Brasileiro vai jogar três vezes no Rio. Nas nove rodadas até a Copa América, são seis jogos no Rio. Teremos algumas semanas cheias para trabalhar. Pauto muito a minha vida em cima de coragem, confiança. Sou de Del Castilho, a dez minutos andando do Nilton Santos. Com 36 anos, estou dirigindo um dos maiores clubes do pais. Sigo pautado pela coragem. O Botafogo tem que ser protagonista em qualquer competição que disputa.

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com