Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Blog: Dívida com demitidos chega a R$ 6 milhões; comissão de crise tenta acordo

0 comentários

Compartilhe

A dívida do Botafogo com os jogadores dispensados recentemente chega, em cálculos aproximados, a R$ 6 milhões _ fora possíveis indenizações que possam vir de ações por danos morais.

Afinal, o zagueiro Bolívar e os laterais Edílson e Júlio César ainda estudam se vale a pena acionar o clube na Justiça como forma de se defender da atitude ainda mal explicada de Maurício Assumpção.

A alegação de que a dispensa dos quatro titulares (os três mais Emerson Sheik) se deu por deficiência técnica não foi engolida.

Não apenas pelos atletas, mas por alguns conselheiros do clube.

ACORDO.

Desde o último final de semana, a tropa de incêndio liderada por Carlos Augusto Montenegro vem tentando debelar o incêndio.

Primeiro, sondou os ânimos para ver se havia como rever o caso.

Sem êxito, trabalha então na tentativa de oficializar um distrato sem traumas.

Acena com o parcelamento em 24 meses do pagamento das pendências assumidas em contrato, o que, para os atletas, pode não ser ruim.

JUSTIFICATIVA.

A alegação do grupo que Montenegro representa é de que o presidente agiu por instinto pessoal e afastou os jogadores sem consultar os poderes do clube.

Para alguns aliados do próprio presidente, não havia outra saída: Emerson, Bolívar e Edílson, principalmente estes, mandavam recados indiretos dizendo que o presidente era considerado “persona non grata” nos vestiário em dias de jogos.

Comentários