Blog: ‘Vida noturna agitada faz Bruno Mendes virar última opção no Botafogo’

Compartilhe:

O que aconteceu com Bruno Mendes? De promessa e novo camisa 7 do Botafogo para um jogador quase esquecido por Oswaldo de Oliveira. Transformado em última opção ofensiva, atrás de Elias e dos pouco efetivos Alex, Henrique e Sassá, que mesmo com várias oportunidades não conseguiram marcar um gol sequer. Mas a impressionante queda de rendimento tem explicação. Problemas extracampo. Bruno passou a ter uma agitada vida noturna, com uma boa dose de excessos.

Com status de estrela, o atacante não demonstrou o mesmo comprometimento em 2013. A noite carioca e os exageros acabaram atrapalhando o desempenho da promessa. Seu diferente comportamento foi notado pela comissão técnica. Um dos talentos de Oswaldo é recuperar jogadores e dar chances para todos do grupo. Entretanto, o comandante não gostou da falta de atitude de Bruno Mendes ao longo da temporada. O treinador não é louco. Perdeu atletas importantes e contava com ele. Sabia do seu potencial e pretendia utilizá-lo mais. Contudo, a ausência de empenho, sobretudo a apatia nos treinamentos o deixou desapontado. Por isso, mesmo com Alex, Henrique e Sassá tendo maiores limitações, Oswaldo preferiu dar mais oportunidades ao trio.

Bruno também teve lesões e tirou uma verruga do pé. Sua recuperação acabou demorando mais que o esperado. Outra mudança ocorreu no meio do ano. O famoso e discreto empresário Juan Figger, e os filhos Marcel e André, passaram a tê-lo como cliente.

“Acredito que o fato de Bruno não estar atuando é apenas por uma opção do treinador, que escolhe quem está melhor, e por algum motivo não está optando por ele. É um jovem de enorme talento e já demonstrou isso”, disse André, em entrevista ao Blog Sem Firula.

O centroavante começou o ano mal, perdendo gols fáceis e com atuações fraquíssimas. Resolveu voltar a vestir a camisa 38, deixando a 7 de lado. Em General Severiano, isso não foi bem digerido. A diretoria não gostou. Agora seu futuro no clube é incerto, ja que o contrato de empréstimo dele termina em dezembro.

“Temos a intenção de renovar, mas vamos ver o que é melhor para o jogador. Ainda é cedo para uma decisão”, explicou André.

Restam sete jogos. Quem sabe ele não reaparece com gols decisivos e coloca o Botafogo na tão esperada Libertadores?  Futebol ele tem, e bem mais que os outros. Mas antes precisa recuperar o juízo.

Rapidinha

Elias deve voltar ao time neste domingo. Bruno Mendes ainda pode receber chances este ano. Mas precisa agarrá-las com unhas e dentes. E esquecer as noitadas para salvar sua carreira.

Fonte: Blog Sem Firula - Fox Sports

Comentários