O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, ainda não desistiu de trocar o nome do Engenhão. Após ser empossado em cerimônia oficial, o mandatário discursou para os sócios e ignorou a negativa da Prefeitura de chamar a casa do Alvinegro de Estádio Olímpico Nilton Santos. Para ele, os torcedores devem adotar o nome preferido e fazer valer sua vontade.

“Estamos em um processo de recuperação da nossa dignidade e ter  o nosso estádio com o nome do maior jogador da história do Botafogo é algo fundamental. Eu prometo a vocês que vamos conseguir mais essa conquista”, disse Carlos Eduardo.

Em seguida, o presidente voltou a comentar o momento delicado pelo qual o Botafogo passa e, emocionado, prometeu penalizar os culpados por colocarem o clube em tal situação.

“Eu prometo a vocês que as pessoas que colocaram o Botafogo na atual situação não ficarão impunes. Nós vamos sempre olhando para frente, mas sem esquecer o passado”, afirmou.

Nesse momento, os sócios presentes aplaudiram efusivamente e se levantaram todos emocionados. Alguns mais exaltados xingaram o ex-presidente Maurício Assumpção. “Ladrão”, bradou um conselheiro, que foi chamado atenção.

Fonte: UOL