Agora é oficial. O Botafogo voltará a usar o Engenhão no dia 31 de janeiro, quando receberá o Boavista, na estreia do Campeonato Carioca. A decisão foi oficializada nesta sexta-feira após reunião com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. Além disso, o presidente Carlos Eduardo Pereira iniciou conversas com o político para trocar o nome do estádio, que passaria a se chamar Estádio Olímpico Nilton Santos.

Já existia a expectativa do Botafogo de poder contar com sua casa no Campeonato Carioca, mas a situação ainda precisava do aval da prefeitura. Os dois chegaram a um acordo para que o Engenhão fosse liberado parcialmente, já que apenas as arquibancadas inferiores serão liberadas – as superiores seguirão fechadas com algumas obras em seguimento.

Inicialmente, os jogos serão utilizados pelo Botafogo em jogos contra times de menor expressão, como os clássicos sendo realizados no Maracanã, com quem o Alvinegro tem contrato e um mínimo de duelos a serem disputados por temporada.

Mas o encontro com o prefeito não serviu apenas pela liberação do Engenhão. O Botafogo aproveitou para iniciar as conversas para mudar o nome do estádio, que passaria a ser Estádio Olímpico Nilton Santos.

Esse é um desejo antigo do presidente Carlos Eduardo Pereira, que não vê em João Havelange alguma ligação com o Botafogo. Portanto, o clube quer que a casa do Alvinegro tenha o nome de um grande ídolo. Para que isso ocorra, a diretoria trabalha com a informação que um estádio não pode ser homenageado com uma personalidade viva, caso do ex-presidente da Fifa.

“Aproveitamos para pedir ao prefeito a mudança do nome do Engenhão. Nilton Santos é um jogador único na história do futebol e, consequentemente, na do Botafogo. Seria uma mudança que agradaria em cheio a nossa torcida”, disse Carlos Eduardo Pereira ao Arena SporTV.

Confira nota oficial da prefeitura do Rio de Janeiro sobre a reabertura do Engenhão:

Depois de reunião entre o prefeito Eduardo Paes e o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, a Prefeitura do Rio anunciou o cronograma de abertura do Estádio João Havelange, apresentado pelo Consórcio Engenhão – responsável pelo projeto de reforma da cobertura. Segundo informações técnicas passadas pelo Consórcio, todo o anel inferior de arquibancada do estádio (20 mil lugares) será liberado imediatamente para a realização dos jogos do Campeonato Carioca 2015. Também estarão disponíveis os 1.200 camarotes e as cabines de rádio e tv. A partir de março, os assentos do anel superior começam a ser liberados gradativamente.

Fonte: UOL