A diretoria do Botafogo conseguiu aumentar o ativo do clube no que diz respeito à participação do clube nos direitos econômicos dos jogadores do elenco profissional. Com base nas informações do recém-lançado portal de transparência do Alvinegro, o site Globoesporte.com fez um levantamento e calculou que o Botafogo hoje possui 71,2% dos direitos econômicos dos atletas, algo bastante diferente do cenário apresentado em 2014.

Na ocasião, o Botafogo só tinha 100% dos direitos econômicos de dois jogadores: o goleiro Helton Leite e o volante Marcelo Mattos. Em 2016, o clube tem 100% de 15 jogadores, equivalente à metade do elenco, entre eles Carli, Salgueiro, Núñez, Airton, Gegê, Luis Ricardo, Renan Fonseca e Sassá. Outras promessas como o atacante Luis Henrique (90%), Ribamar (70%) e Fernandes (60%) têm a maioria de seus direitos pertencentes ao clube.

Apenas seis dos 31 jogadores têm percentual pertencente ao clube inferior a 50%: o volante Bruno Silva (40%), o lateral Diogo Barbosa (15%), o atacante Neilton (5%), o goleiro Jefferson e os meias Lizio e Octávio (esses últimos com 0%). Em relação ao goleiro, o Botafogo cedeu todos os direitos que tinha para o jogador por conta de dívidas das administrações anteriores. Diogo Barbosa, Neilton e Lizio estão emprestados.

Fonte: Globoesporte.com