Missão cumprida. Sem brilho, mas cumprida. Isso é o que importa. Debaixo de chuva e empurrado por mais de 19 mil alvinegros, o Botafogo derrotou o lanterninha Avaí por 2 a 0 nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, jogando o rival Fluminense nela. O Fogão foi aos 36 pontos e assumiu a 14ª colocação, faltando seis rodadas para o final.

Precisando da vitória a qualquer custo, o Botafogo contou com a sorte e a falta de qualidade do Avaí para abrir o placar. Aos 12 minutos, Cícero lançou para Igor Cássio, o zagueiro Ricardo tentou cortar e acabou encobrindo o próprio goleiro Vladimir, marcando contra: 1 a 0 a favor do Glorioso.

Depois do gol, o Botafogo se retraiu, mas não sofreu maiores sustos do Avaí. Apenas depois dos 30 minutos voltou a criar – e a perder – chances. Aos 31, Rhuan enfiou para Igor Cássio, que saiu de cara para o gol e chutou para a defesa de Vladimir. Depois, aos 43, num lance digno de pelada, Alex Santana, Igor Cássio e Leo Valencia hesitaram e não concluíram a gol. E, aos 45, Alex Santana acabou finalizando para fora, em ótimas condições.

O Avaí começou o segundo tempo assustando o Botafogo, com Caio Paulista. O lanterninha do Brasileirão pressionou na etapa final, deixou a torcida alvinegra apreensiva, mas não conseguiu empatar. No final, o Botafogo teve mais espaços. Aos 35, Cícero parou na defesa de Vladimir. E, aos 42, após pênalti sofrido por Lucas Campos, Diego Souza fechou o placar em 2 a 0.

Próximos jogos

Fora da zona de rebaixamento com 36 pontos, o Botafogo terá até o fim do Brasileirão seis partidas: domingo que vem, às 18h, contra o Athletico-PR, fora de casa; Corinthians, dia 24, no Nilton Santos; Chapecoense, em Chapecó, dia 27; Internacional em casa, no dia 30; Atlético-MG, em Belo Horizonte; e fecha contra o Ceará, no Niltão, dia 8.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 AVAÍ

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 11/11/2019 – 20h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique Andrade (DF) e José Reinaldo Junior (DF)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP), Adriano Miranda (SP) e Ciro Chaban (DF)
Renda e público: R$ 242.246,00 / 19.075 presentes / 17.803 pagantes
Cartões amarelos: Gabriel, Yuri, Diego Souza e Lucas Campos (BOT); Luanderson, Caio Paulista e João Paulo (AVA)
Cartões vermelhos: João Paulo 49’/2ºT (AVA)
Gols: Ricardo (contra) 12’/1°T (1-0) e Diego Souza 42’/2ºT (2-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Rickson, Carli, Gabriel e Yuri; Cícero (Jean 35’/2ºT), João Paulo e Alex Santana (Diego Souza 25’/2°T); Leo Valencia, Igor Cássio e Rhuan (Lucas Campos 12’/2°T) – Técnico: Alberto Valentim.

AVAÍ: Vladimir; Ricardo (Gabriel Lima – Intervalo), Betão (Wesley 34’/2°T), Kunde e Igor Fernandes; João Paulo, Luanderson e Pedro Castro; Caio Paulista, Jonathan e Vinícius Araújo – Técnico: Evandro Camillato.

Fonte: Redação FogãoNET