Botafogo confirma: só aguarda dinheiro para liberar Vitinho

Compartilhe:

O Botafogo ainda tenta segurar o atacante Vitinho em seu elenco, mas a permanência da principal xodó do clube na atualidade está cada vez mais difícil. Nesta terça-feira, o jogador pediu liberação da delegação que se prepara para o jogo contra o Atlético-MG na quarta-feira, retornou ao Rio de Janeiro e informou ao clube que tem uma proposta de dez milhões de euros (R$ 31,6 milhões) do CSKA, da Rússia.

Diante da situação, e com o clube do leste europeu prometendo depositar a quantia nos próximos dias, o Botafogo se viu impedido de tentar qualquer manobra para segurar Vitinho e aguarda apenas o dinheiro do CSKA para confirmar a venda do jovem atacante. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do time de General Severiano.

O atacante seria titular do confronto ao lado de Seedorf e Lodeiro, mas já voltou ao Rio de Janeiro, onde fará sua malas antes de seguir para Rússia e assinar o contrato de cinco anos.

O Botafogo terá direito a 60% do valor total da negociação (R$ 18,6 milhões). Os outros 40% pertencem ao Audax. O Alvinegro, no entanto, teme as penhoras da Receita Federal, que já bloquearam o dinheiro das transferências de Fellype Gabriel e Andrezinho, em um total de R$ 8 milhões.

Vitinho foi contratado pelo Botafogo junto ao Sendas (hoje Audax) em 2011 para integrar as categorias de base. Desde sua chegada, o jogador caiu nas graças do presidente Maurício Assumpção, grande entusiasta das divisões inferiores. Subiu aos profissionais em 2012, sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira. Passou a ter oportunidades, mas se firmou mesmo nesta temporada.

Vitinho assumiu a titularidade do Botafogo após as saídas de Fellype Gabriel e Adnrezinho. Ele se firmou ao lado de Lodeiro e Seedorf, um dos atletas que mais demonstrava empenho em ver a evolução do camisa 31. Em alguns momentos, o holandês dedicava atenção especial ao atleta, que desenvolveu carinho pelo camisa 10. Em 41 jogos, o atacante marcou 11 gols e conquistou o título Carioca.



Fonte: UOL
Comentários