Botafogo considera 12 pontos suficientes para garantir a segunda colocação

Compartilhe:

O Botafogo vive um momento de queda no Campeonato Brasileiro, com uma vitória nos últimos quatro jogos. A sequência ruim fez com que o Goiás se aproximasse de forma perigosa e se tornasse uma ameaça ao objetivo do clube de voltar a disputar a Taça Libertadores depois de 18 anos de ausência.

Entre os jogadores, a preocupação é de manter o pessimismo distante. Nas seis rodadas que faltam, o Botafogo terá três jogos como mandante e já há quem faça as contas do que o time precisa para garantir essa vaga na Taça Libertadores do ano que vem. Internamente, 12 são suficientes.

– Precisamos somar o maior número de pontos, principalmente em casa. Aqui, temos que fazer nove pontos e ganhando mais um jogo fora acredita que a gente possa garantir o segundo lugar – disse o zagueiro Bolívar.

A preocupação em terminar o Campeonato Brasileiro em segundo lugar é evitar disputar a primeira fase da Taça Libertadores, que acontece antes da formação dos grupos. No momento, o Botafogo está em quarto lugar, com 53 pontos. O Atlético-PR é o vice-líder, com 55, e o Grêmio ocupa a terceira posição, com 54.

Normalmente, apenas o quarto colocado vai para essa etapa da competição, mas caso um brasileiro seja campeão da Copa Sul-Americana, o terceiro perde a classificação direta e o quarto fica fora da Libertadores.

– Vamos fazer o nosso dever para não depender de nada. A primeira fase da Libertadores é sempre complicada, pois não se sabe o adversário e apresentação acontece um pouco antes no início da temporada – explicou Bolívar.

O grupo procura se manter confiante na classificação e se apega ao fato de estar 28 rodadas seguidas entre os quatro primeiros colocados. Para isso tenta entender o comportamento do torcedor prometendo um ano de 2014 na Libertadores.

– Com os anos que passam aprendemos muitas coisas. Cada grupo é diferente. Estamos no G-4 há bastante tempo. O torcedor tem a paixão e fica recordando coisas de anos atrás. Temos um grupo preparado e que já deu provas disso em outras situações. Estamos muito centrados nas nossas obrigações para depois do dia 8 de dezembro dar um feliz 2014 para o torcedor assistindo à Libertadores – afirmou Bolívar.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários