Valeu, Fogo!!! Com apoio da torcida e muita raça dos jogadores em campo, o Botafogo derrotou o Corinthians por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Nilton Santos, e deu uma boa respirada na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Ainda com a 32ª rodada a ser concluída, o Glorioso subiu para a 13ª posição, com 38 pontos, abrindo quatro de vantagem para a zona perigosa – no início da rodada, essa diferença era apenas de um ponto.

Precisando da vitória e empurrado por sua torcida, que atendeu o chamado e compareceu em bom número ao Estádio Nilton Santos, o Botafogo ainda teve a facilidade de enfrentar uma equipe comandada por Jair Ventura, que sempre coloca seu time atrás e a priva de atacar. Assim, o time de Zé Ricardo teve maior domínio na primeira etapa. Logo aos 11 minutos, o ex-alvinegro Gabriel deu mole e Erik chutou para excelente intervenção de Cássio.

Lá atrás, Gatito, de volta após longo tempo inativo, tocou poucas vezes na bola e, quando foi acionado, era aplaudido pela torcida. O Botafogo tinha tempo para atacar e conseguiu abrir o marcador na bola parada. Aos 27 minutos, Leo Valencia cobrou escanteio da esquerda e Ralf desviou contra o patrimônio: 1 a 0. O quarto-árbitro, porém, informou aos repórteres que o gol foi dado para Rodrigo Lindoso, que saiu comemorando com os companheiros.

O Corinthians não conseguiu criar granes coisas no segundo tempo, mesmo com as entradas do veloz Clayson e de outro ex-alvinegro, Roger, muito xingado pela torcida botafoguense. Isso tudo apesar de o Botafogo ter parado de jogar, adotando como estratégia esperar o adversário para tentar sair nos contra-ataques, que apareceram, mas não foram aproveitados.

Já no final, o Botafogo aproveitou a desorganização da equipe de Jair Ventura e quase fez o segundo: Rodrigo Lindoso, de cabeça, acertou a trave. A torcida empurrou o time até o fim e ajudou a segurar o resultado. Isso, somado à força de vontade e à raça dos jogadores em campo, foi preponderante para a importantíssima vitória no Niltão. Além de Gatito. O paraguaio fez uma defesaça aos 49 minutos, em finalização à queima-roupa de Léo Santos.

Próximos jogos

O Botafogo terá pela frente o clássico contra o Flamengo, novamente em casa, no Estádio Nilton Santos, no próximo sábado, às 19h. Depois, vai encarar Chapecoense (dia 15, na Arena Condá), Internacional (dia 18, no Niltão), Santos (dia 21 ou 22, fora), Paraná (dua 24 ou 25, no Rio) e fecha contra o Atlético-MG, no Independência, no dia 2 de dezembro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 CORINTHIANS

Estádio: Nilton Santos
Data/Hora: 04/11/2018 – 17h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Alessandro Matos (Fifa/BA) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Renda e público: R$ 195.995,00 / 19.132 pagantes / 21.463 presentes
Cartões amarelos: Leo Valencia (BOT); Henrique e Léo Santos (COR)
Cartões vermelhos:
Gols: Rodrigo Lindoso 27’/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Jean (Matheus Fernandes 8’/2ºT), Rodrigo Lindoso, Leo Valencia e Renatinho (Rodrigo Pimpão 18’/2ºT); Erik e Brenner (Aguirre 38’/2ºT) – Técnico: Zé Ricardo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Gabriel (Roger 9’/2ºT) e Araos; Pedrinho, Ángel Romero (Clayson – Intervalo) e Danilo (Mateus Vital 30’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

Fonte: Redação FogãoNET