Torcida em bom número, estreia de uniforme, jogo decisivo… E o Botafogo respira aliviado. Com golaço do jovem Igor Cássio e vitória por 2 a 1 sobre o CSA na noite desta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, o Glorioso conseguiu um importante resultado no confronto direto, foi a 33 pontos e abriu uma distância de cinco pontos para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Com uma equipe mais ofensiva e empurrado por sua apaixonada torcida, o Botafogo adotou uma postura mais agressiva diante do CSA, mas teve que contar com a sorte para abrir o placar. Aos 15 minutos, Luiz Fernando cruzou da direita e o zagueiro Luciano Castán foi tentar cortar e jogou contra o próprio patrimônio, marcando contra: 1 a 0.

Com a vantagem no marcador, o Botafogo continuou controlando bem o jogo, mantendo a bola no ataque, mas custou a criar mais oportunidades: a principal delas depois do gol foi um chute rasteiro de Luiz Fernando, que saiu à direita. O CSA, por sua vez, só assutou no finalzinho da etapa final, com um chute traiçoeiro de Apodi e uma cabeçada de Dawhan, ambas defendidas por Gatito.

O Botafogo teve a chance de fazer o segundo logo aos cinco minutos da etapa final, mas Victor Rangel, na cara, acabou parando na defesa do goleiro João Carlos. O placar estava perigoso. E o jogo ficou tenso após um toque de mão de Yuri dentro da área. Ricardo Bueno bateu o pênalti, Gatito fez a defesa parcial, mas a bola bateu na trave e entrou: 1 a 1.

Quando o caldo parecia engrossar, o Botafogo foi lá e fez um golaço. Gabriel descolou longo e lindo lançamento, Igor Cássio, que acabara de entrar, dominou bonito e chutou na saída do goleiro João Carlos, fazendo explodir novamente o Estádio Nilton Santos em alegria: 2 a 1. O jogo aí ficou à feição do Botafogo, principalmente após a expulsão do volante João Vitor, aos 33 minutos.

Próximos jogos

O Botafogo volta a viajar na próxima rodada: vai enfrentar o Grêmio, domingo, às 16h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Depois, no dia 31, o Glorioso volta a atuar no Estádio Nilton Santos, quando duelará com o Cruzeiro, às 21h30.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 CSA

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 21/10/2019 – 20h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS), Vinicius do Amaral (RS) e Michael Stanislau (RS)
Renda e público: R$ 334.422,00 / 16.342 pagantes / 18.199 presentes
Cartões amarelos: Cícero e Rickson (BOT); João Vitor e Carlinhos (CSA)
Cartões vermelhos: João Vitor 33’/2ºT (CSA)
Gols: Luciano Castán (contra) 15’/1ºT (1-0), Ricardo Bueno 21’/2ºT (1-1) e Igor Cássio 24’/2ºT (2-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto (Kanu – Intervalo), Gabriel e Yuri; Cícero (Rickson 29’/2ºT), João Paulo e Diego Souza; Luiz Fernando (Igor Cássio 19’/2ºT), Victor Rangel e Leo Valencia – Técnico: Alberto Valentim.

CSA: João Carlos; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo (Celsinho 34’/1ºT), João Vitor e Jonatan Gómez (Ricardo Bueno 17’/2ºT); Warley, Alecsandro (Jarro Pedroso 31’/2ºT) e Apodi – Técnico: Argel Fucks.

Vote nas enquetes abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET