As juras de amor enganaram o Botafogo. Disposto a repatriar Loco Abreu, o Alvinegro dava como certo o empréstimo do uruguaio até o fim da temporada. Houve conversas com o jogador, que aguardava apenas a chegada do contrato para oficializar seu retorno a General Severiano. Mas a empolgação da torcida e de cartolas de nada adiantou. O atacante mudou de ideia e optou por renovar seu contrato com o Rosário Central-ARG.

Loco Abreu pertence ao Nacional-URU. Descontente com o futebol apresentado pelo jogador, o clube decidiu emprestá-lo em 2013. O atacante desembarcou na Argentina e tornou-se peça importante no Rosário Central. O contrato chegou ao fim e a renovação era questão de tempo. Mas uma homenagem da torcida do Botafogo balançou o uruguaio, que se declarou repetidamente ao Alvinegro.

Em grave crise, o Botafogo viu a oportunidade de trazer Loco Abreu e mantinha conversas com o atacante desde julho. E o papo avançou a ponto de o Alvinegro, na última quarta-feira, considerar o negócio fechado. O contrato, inclusive, já estava sendo elaborado. Até o atacante desistir do retorno.

Ele já havia dado sua palavra aos dirigentes do Rosário Central que renovaria o contrato. Mesmo sem assinar nada, ele está treinando com o time argentino e – legalmente – poderia assinar com o Botafogo. Porém, o uruguaio achou melhor voltar atrás e cumprir o combinado.

Com pouco mais de R$ 2 milhões a receber do Botafogo por dívidas antigas, Loco Abreu voltaria com o salário bem baixo e com a promessa de receber mensalmente parte do que lhe é direito. A volta do atacante, no entanto, fica para o futuro.

Fonte: UOL