Elogiado pela excelente performance no time sub-17 do Botafogo, com 14 gols marcados em 10 jogos, no vice-campeonato da Copa do Brasil da categoria, o atacante Luiz Henrique encheu os olhos da comissão técnica. Renê Simões confirmou que o jogador será observado nos treinamento com o restante do elenco principal, a fim de avaliar a possibilidade de contar com o atleta na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

A presença de Luiz Henrique no time principal, no entanto, só vai acontecer na metade do mês de junho. O jogador foi convocado para servir a Seleção Brasileira sub-17, para treinos e jogos internacionais, no período de duas semanas. A apresentação está marcada para o dia 1º de junho. A decisão de não integrar o atleta nessa semana de preparação para a partida contra o Vitória, foi tomada após uma reunião entre o diretor das categorias de base Manoel Renha e o gerente de futebol Antônio Lopes. Atualmente tratado como maior jóia da base alvinegra, Luiz Henrique vai passar a semana treinando com os companheiros do sub-17 antes de se apresentar à Seleção.

De acordo com a apuração da Super Rádio Tupi, o Botafogo vai cumprir a determinação de FERJ, que enviou um e-mail aos clubes cariocas informando a não autorização de participar da Taça BH sub-17, maior torneio nacional da categoria, envolvendo 40 equipes, com início no dia 9 de julho.

A medida foi tomada em virtude do Vasco ser boicotado pelos clubes que formam o Movimento Futebol de Base, os quais entendem que o time de São Januário aliciou o meia-atacante Paulo Vitor, que jogava pelo Fluminense. As equipes participantes condicionam a presença na competição à exclusão do Gigante da Colina devido ao episódio

Fonte: Site da Rádio Tupi