A diretoria do Botafogo definirá na tarde desta segunda-feira a empresa que ficará responsável pela construção dos sete campos do futuro Centro de Treinamento no bairro Camorim, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A informação é do site Globoesporte.com.

Serão sete campos, sendo três com medidas oficiais de grama natural para os profissionais, três semioficiais para as categorias de base e outro semioficial que pode ter grama sintética. A Greenleaf aparece como favorita, mas outras duas empresas que não foram reveladas também estão na disputa.

O Botafogo esperava iniciar as obras em julho, mas com o atraso não poderá fazer a pré-temporada de 2019 no local. A reforma será dividida em seis etapas, começando pela construção dos campos. Com a ajuda dos irmãos Moreira Salles, o clube comprou o Espaço Lonier numa operação de cerca de R$ 25 milhões.

Fonte: Globoesporte.com