Bruno Silva será punido pelo Botafogo. Após fazer gesto insinuando que estaria de saída do clube ao ser substituído na derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO, no Nilton Santos, o volante pode até mesmo ser afastado. Além disso, uma multa deve ser aplicada no camisa 8.

A situação de Bruno Silva é bastante complicada. Um dos destaques do time na temporada, ele fechou acordo com o Cruzeiro. O problema é que ele tem contrato com o Botafogo até o fim de 2018 e o clube não tem qualquer interesse em negociá-lo. Assim, os mineiros teriam que convencer os cariocas para ter o jogador em janeiro.

O UOL Esporte apurou e viu um Botafogo dividido. Alguns dirigentes estavam revoltados com a situação e não veem mais clima para o jogador seguir no clube. Outros, no entanto, encaram a situação de maneira mais profissional e entendem que o camisa 8 é um ativo do clube e não pode ser desvalorizado.

Porém, o gesto de Bruno Silva para a torcida não passará em branco. Se Jair Ventura disse não ter visto o ocorrido durante a coletiva, a diretoria viu e não gostou nem um pouco da atitude do jogador. Mesmo que estivesse de cabeça quente por conta da derrota parcial e vaias que recebeu.

Após o jogo, alguns torcedores tentaram cobrar Bruno Silva na saída do Nilton Santos, mas os jogadores foram deslocadas para outro portão e ‘driblaram’ os revoltados botafoguenses.

Haverá uma reunião nesta sexta-feira para definir qual medida tomar. Faltam três jogos para o fim da temporada e o Botafogo está na briga para se classificar para a próxima Libertadores – encara São Paulo, Palmeiras e Cruzeiro (os dois primeiros fora de casa).

Fonte: UOL