Botafogo desiste de Bismark e prioriza Ronald, confirma Túlio: ‘Quer muito vir’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Ronald, do Botafogo-SP
Divulgação/Botafogo-SP

Com a contratação de Éber Bessa, o Botafogo pode inscrever apenas mais um jogador no Campeonato Brasileiro. Bismark, do Al Qadisiyah, estava bem cotado, mas o clube desistiu e optou por priorizar Ronald, do Botafogo-SP. Ao site “GE”, o gerente de futebol Túlio Lustosa revelou que o atacante tem o desejo de vir para o Alvinegro.

– O Ronald é o primeiro nome que tentamos buscar e estamos tentando ainda, conversando com o Botafogo-SP para tentar um acordo. O atleta quer vir muito jogar no Botafogo e espero que a gente entre num acordo o mais rápido possível. É ruim quando vaza um nome, porque pode mudar tudo, já apareceram outros clubes de Série A interessados no Ronald. Já conversei com o pai do atleta, e ele tem o desejo de vir. O formato dessa negociação será discutido com o Botafogo-SP e estamos respeitando isso. Tem que ser um negócio bom para os dois clubes e para o atleta – afirmou Túlio.

Reveja vídeo em que o FogãoNET noticiou o interesse do Botafogo em Ronald e inscreva-se no nosso canal no YouTube. Negociações avançam pelo atacante!

Canal do FogãoNET no YouTube - Notícias e vídeos sobre o Botafogo

Com vínculo até maio de 2021, Ronald poderia assinar pré-contrato a partir de novembro. Ele pode vir em definitivo para o Botafogo e manter percentual no Botafogo-SP ou renovar e ser emprestado.

Em relação a Bismark, Túlio Lustosa contou que a pressão das redes sociais não foi o fator decisivo.

– Nossa desistência não foi pela repercussão nas redes sociais. Foi porque não temos mais como inscrever atletas até que a CBF libere um número maior de inscritos. Só temos mais uma vaga, e essa contratação, a princípio, é o Ronald. Se não conseguirmos, passaremos para outros nomes da lista. Temos que tomar cuidado, porque foram veiculadas várias notícias falsas sobre o Bismark. Eu nunca vou contratar um atleta sem pesquisar, e essa pesquisa é feita com profissionais do futebol. Tenho um relacionamento grande no meio do futebol, fui pesquisar com vários profissionais, mas também não era minha primeira opção – disse Túlio.

Mochilas, bolsas e carteiras da coleção FogãoNET da Estilo Piti

– Sabemos que todo atleta que volta do “Mundo Árabe” tem o risco do preparo físico. O Bismark teve muito sucesso lá, jamais o Botafogo teria condição de pagar o salário que ele tem hoje. Depois da pandemia, ele não quer voltar pra lá. No momento em que foi oferecido, ele viria numa condição livre, rescindiria lá, mas depois a conversa mudou e ele viria por empréstimo com valor estipulado, e o Botafogo poderia exercer opção de compra. Várias coisas aconteceram, mas o principal foi a quantidades de atletas inscritos pelo Botafogo já na CBF – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas