Botafogo e São Paulo fizeram um jogo bastante movimentado neste sábado no Estádio Nilton Santos, e o time paulista riu por último: venceu por 4 a 3, de virada, com gol da vitória nos acréscimos. O alvinegro carioca chegou a estar vencendo por 3 a 1 no segundo tempo, depois de ter saído atrás, mas amargou um resultado negativo em casa e estaciona nos 24 pontos, em sétimo.

O São Paulo saiu na frente aos 17 minutos do primeiro, com Cueva, aproveitando uma bobeada de João Paulo – o meio-campista tirou a bola das mãos de Gatito e entregou com o gol aberto para o jogador do time paulista.

O Botafogo correu atrás do prejuízo e empatou no minuto seguinte com Marcos Vinícius, que recebeu de Pimpão dentro da área e chutou no cantinho. Marcos Vinícius virou o placar para o Botafogo aos 25, em um chute de fora. A bola quicou na pequena área e Renan Ribeiro aceitou.

No segundo tempo, o time carioca chegou a fazer 3 a 1. Guilherme, que havia entrado no lugar de Marcos Vinícius, deu ótimo lançamento para Luis Ricardo e apareceu dentro da área para receber de volta e concluir de primeira, no cantinho. Minutos antes, Gatito Fernández havia salvado o Botafogo de sofrer o empate ao defender pênalti batido por Cueva. O árbitro André Luiz de Freitas Castro (GO) errou na marcação, após marcar toque inexistente de Carli em Wellington Nem dentro da área.

A vitória parecia, então, encaminhada para o botafogo. Isso até os minutos finais de jogo. A partir dos 39, no entanto, o São Paulo engatou uma reação. Após cobrança de escanteio, Marcos Guilherme apareceu na segunda trave livre de marcação – João Paulo não acompanhou – e diminuiu o placar.

Depois, aos 41, o estreante Hernanes chutou em cima de Igor Rabello e emendou o rebote no cantinho, sem chances para Gatito. O empate não satisfez o São Paulo, que buscou a virada nos acréscimos, aos 46: Cueva lançou Marcos Guilherme, que invadiu a área e tocou na saída de Gatito.

Foi a primeira vitória fora de casa do São Paulo neste Brasileiro, que escapa momentaneamente da zona de rebaixamento: chegou à 15ª colocação com 19 pontos, dois a mais que o primeiro time no Z-4, o Atlético-PR, que ainda joga na rodada.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 x 4 SÃO PAULO

Data: 29 de julho de 2017, sábado
Horário: 16h (De Brasilia)
Competição: Campeonato Brasileiro (17ª rodada)
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 14.016 (pagante)
Renda: R$ 528.120,00
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO)
Cartões amarelos: Petros (São Paulo)

Gols: Cueva, aos 17; Marcos Vinícius, aos 19 e aos 25 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 23, e Marcos Guilherme, aos 38 e aos 47, e Hernanes, aos 41 minutos do segundo tempo.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Luis Ricardo, Joel Carli, Igor Rabelo e Victor Luis (Victor Lindenberg); Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, João Paulo e Marcos Vinícius (Guilherme); Rodrigo Pimpão e Roger (Brenner). Técnico: Jair Ventura.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei e Petros (Marcos Guilherme); Marcinho (Wellington Nem), Hernanes e Cueva; Lucas Pratto (Gilberto). Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: O Globo Online (crônica) e UOL (ficha)