Botafogo envia ofício à CBF e critica o Flamengo na venda: ‘Pensamento tacanho’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Durante todo o dia, alvinegros relataram diversos problemas para comprar ingressos para a semifinal da Copa do Brasil, entre Botafogo e Flamengo. Apenas um guichê aberto, demora e longas filas foram as principais queixas. A responsabilidade pela venda é do clube rubro-negro, mandante do jogo.

Após reunião na Ferj, o presidente Carlos Eduardo Pereira reclamou dos problemas, do valor dos ingressos e dos pontos de venda.

– O que se vê, apesar de toda boa vontade do Botafogo no último jogo para se desfazer das tensões, é que infelizmente nosso adversário prefere uma escalada de tensões. O fato de criar dificuldades para o torcedor do Botafogo demonstra um pensamento pequeno, limitado e tacanho, que nada tem a ver com o futebol profissional – criticou Carlos Eduardo Pereira, ao site “Globoesporte.com”.

– Fizemos o pedido no sentido que colocassem mais dois pontos de venda no Nilton Santos. Infelizmente, foi negado. Pedimos a liberação de uma carga impressa para agilizar a venda, o que também foi negado. Levamos a questão da diferença do preço de ingressos, o que foi encaminhado para a CBF. O Flamengo simplesmente não atende.

Com o preço de R$ 150 para seus torcedores no Setor Sul, contra R$ 120 no setor Norte (equivalente, destinado a flamenguistas), o Botafogo encaminhou reclamação formal à CBF.

Notícias relacionadas