Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo espera aval do STJD nesta quarta para poder escalar Jobson de novo

0 comentários

Compartilhe

Se em maio deste ano, Jobson era carta fora do baralho, como o presidente Maurício Assumpção chegou a afirmar, hoje o atacante é a principal esperança para livrar o clube do segundo rebaixamento de sua história, assim como fez em 2009. A mudança radical de pensamento em relação ao polêmico jogador se deve à dispensa, principalmente, de Emerson (junto com Bolívar, Julio Cesar e Edílson) e da situação delicada do Alvinegro, que nesta quarta-feira, às 19h30m, no Maracanã, precisa da vitória sobre o Palmeiras, rival direto pela permanência na Série A.

No entanto, a utilização do jogador contra o Verdão — ao qual fez de vítima na última rodada de 2009, evitando a queda do Glorioso — ainda é incerta. Pela CBF, a Fifa já comunicou que a punição recebida por Jobson na Arábia Saudita, por recusar-se a realizar exames antidoping, não vale em todo o mundo. Mas mesmo assim o Alvinegro quer um OK da própria CBF ou do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para colocar o atleta em campo com a consciência tranquila. Até a última terça, o clube não havia enviado o requerimento ao tribunal, mas isso pode ser feito ainda nesta quarta, já que a resposta nesse tipo de caso não costuma demorar muito tempo.

— Temos que ser prudentes nessas horas — alertou o diretor de futebol Wilson Gottardo.

Quem parece não aguentar mais a espera por Jobson é o técnico Vagner Mancini. Após o treino de ontem, ele deu a medida do tamanho de sua expectativa para poder utilizar o atacante.

— O Botafogo precisa mais do Jobson do que o Jobson do Botafogo. A ansiedade é grande pela liberação. Ele pode ser uma peça diferente para o time — disse Mancini, que prevê a soma de mais 18 pontos como suficiente para evitar a queda.

Embora anseie por Jobson, o treinador, caso seja possível, deverá deixá-lo no banco de reservas. Afinal, o camisa 10 não joga pelo Brasileiro desde 2011, quando ainda defendia o Bahia.

Comentários