Após a saída de Danilo Barcellos, que retornou do empréstimo ao Atlético-MG, a Ponte Preta está no mercado atenta a opções para a lateral-esquerda. Desejo da diretoria, Gilson chegou a conversar com o time campineiro, mas frustrou a Macaca e renovou com o Botafogo para 2018.

Gilson foi contratado no início do ano e disputou algumas partidas do clube carioca na temporada, principalmente na Taça Libertadores. Com a mudança de diretoria seu futuro em General Severiano era incerto, o que chamou atenção da Ponte e até mesmo do Fluminense, rival carioca da Estrela Solitária.

Após análise do departamento de futebol o clube viu como importante a renovação com o jogador, experiente e com qualidade no setor. Gilson tem contrato até 31 de dezembro e o mesmo deverá ser prorrogado até o final de 2018. Lembrando que em 2018 o Botafogo disputará a Sul-Americana, outro importante torneio Continental.

Gilson tem 31 anos e atuou pela Ponte Preta em 2005 e no começo de 2016, disputando 41 partidas. O lateral revelado pelo CENE-MS ainda tem passagens por Botafogo-SP, São José, Mirassol, Paraná, Grêmio, América-MG, Vitória, Cruzeiro, Criciúma e Botafogo.

A lateral-esquerda foi uma das posições mais carentes no elenco da Ponte Preta que acabou rebaixado no Campeonato Brasileiro. Chegaram muitos jogadores, mas poucos com qualidade. Tanto e que Jefferson, lateral-direito da base precisou ser improvisado. O torcedor pontepretano espera que o filme não se repita na próxima temporada.

Até agora a Ponte Preta acertou a contratação de seis jogadores: Goleiro Vinicius Silvestre; zagueiros Renan Fonseca e Wesley Matos; volante Ronaldo; meia Tiago Real; e atacante Silvinho.

Fonte: Futebol Interior