Quem segura o Botafogo? Mais uma vez apoiado por sua torcida, o Glorioso mostrou muita garra e encaixou a quarta vitória seguida no Campeonato Brasileiro ao derrotar o agora ex-vice-líder Internacional por 1 a 0 na quente tarde deste domingo, no Estádio Nilton Santos.

Sem qualquer chance de ser rebaixado, o Glorioso subiu para a 9ª posição, com 47 pontos, e agora nutre o sonho de chegar à Libertadores: faltando três rodadas, a diferença para o sexto colocado Atlético-MG é de seis pontos – e ainda haverá o confronto direto na última rodada, em Belo Horizonte.

Por causa do forte calor no Rio de Janeiro, o primeiro tempo foi morno, com o Botafogo um pouco mais bem organizado em campo. Embalado, o Glorioso conseguiu sair na frente aos 41 minutos: Matheus Fernandes cruzou da direita, Erik dominou no peito e chutou sem chances para fazer 1 a 0.

O Internacional tentou atacar no segundo tempo, mas sem muita efetividade. Gatito Fernández só teve que trabalhar numa cabeçada contra de Brenner – e foi uma bela defesa! Do outro lado, o Botafogo teve duas ótimas chances de matar o jogo nos contra-ataques, mas Leo Valencia e Rodrigo Pimpão desperdiçaram.

O Inter apelou para as bolas altas no final, com direito à dupla de zagueiros atuando como atacantes, mas o Botafogo se salvou como pôde – Carli, com a cabeça enfaixada e com dores no ombro, foi um símbolo do espírito dessa equipe. Nos acréscimos, Wellington Silva revidou uma provocação de Rodrigo Pimpão e foi expulso, e depois Rodrigo Moledo também foi excluído. O segundo tempo teve incríveis 13 minutos adicionais!

Próximos jogos

Ainda buscando o sonho de voltar à Libertadores, o Botafogo terá agora apenas três jogos pela frente, sendo dois confrontos diretos fora de casa: contra Santos, na próxima quarta-feira, às 21h, na Vila Belmiro, e Atlético-MG, na última rodada, no Independência. Entre estes dois jogos, o Fogão recebe o lanterninha Paraná no Estádio Nilton Santos, domingo que vem.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 INTERNACIONAL

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 18/11/2018 – 17h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Renda e público: R$ 156.802,50 / 17.373 pagantes / 19.006 presentes
Cartões amarelos: Carli e Rodrigo Pimpão (BOT); Rodrigo Moledo, Rodrigo Dourado, Edenilson e D’Alessandro (INT)
Cartões vermelhos: Wellington Silva 54’/2ºT  e Rodrigo Moledo 56’/2ºT (INT)
Gols: Erik 41’/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Moisés; Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso e Leo Valencia (Renatinho 40’/2ºT); Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão 34’/2ºT), Erik e Brenner (Kieza 26’/2ºT) – Técnico: Zé Ricardo.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca (Wellington Silva 12’/2ºT), Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick (Camilo 35’/2ºT), D’Alessandro e Nico López (Rossi 22’/2ºT); Leandro Damião – Técnico: Odair Hellmann.

Fonte: Redação FogãoNET