Com direito a uma incrível falha do goleiro Gatito, o Botafogo perdeu para o Internacional por 1 a 0 neste sábado, diante de mais de 30 mil torcedores no Estádio Nilton Santos (recorde no Campeonato Brasileiro), e desperdiçou a chance de se garantir matematicamente na Série A do ano que vem, além de se consolidar na zona da Copa Sul-Americana. Com 42 pontos, o Fogão tem seis à frente do Cruzeiro, primeiro na zona de rebaixamento e que fará ainda três jogos.

Botafogo e Internacional alternaram bastante no domínio do primeiro tempo e fizeram um jogo bastante disputado. As melhores chances foram do Glorioso. Logo aos três minutos, Luiz Fernando deu ótimo lançamento, Rhuan partiu em direção ao gol, mas Marcelo Lomba conseguiu abafar o chute. Depois, aos 23, Diego Souza saiu em ótimas condições, encobriu o goleiro, mas a bola caprichosamente foi no travessão.

O Internacional, que está na briga para ir à próxima Libertadores, conseguiu ter um maior domínio após os 25 minutos e teve boas chegadas. No principal lance, já aos 41, Guilherme Parede desceu pela direita, rolou para trás e Neilton chegou finalizando, mas foi atrapalhado por Fernando e jogou para fora.

Empurrado pela torcida, que mais uma vez fez uma linda festa e não parou de cantar, o Botafogo encontrou mais dificuldades no segundo tempo. O Inter teve melhor organização e finalizou várias vezes, fazendo Gatito Fernández trabalhar em diversas oportunidades. Mas o goleiro alvinegro acabou sendo o personagem, ao engolir um frango num chute despretensioso de Guerrero, já aos 38 minutos, que silenciou o Niltão.

Próximos jogos

Perto de se garantir na Série A em 2020 e ainda brigando por vaga na próxima Copa Sul-Americana, o Botafogo vai agora para sua última semana no Brasileirão-2019. Quarta-feira, o Glorioso visita o Atlético-MG às 19h30, no Mineirão, e depois fecha sua participação no campeonato contra o Ceará, domingo que vem, às 16h, no Estádio Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 INTERNACIONAL

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 30/11/2019 – 19h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Wagner Reway (Fifa/PB), Vinicius Dias Araújo (SP) e Oberto Santos (PB)
Renda e público: R$ 394.256,00 / 28.208 pagantes / 30.596 presentes
Cartões amarelos: Alex Santana e Carli (BOT); Rodrigo Lindoso, Uendel e Edenílson (INT)
Cartões vermelhos:
Gols: Guerrero 38’/2ºT (0-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Fernando (Marcinho 21’/2ºT), Carli, Marcelo Benevenuto e Yuri; Cícero (Jean 31’/2ºT), João Paulo e Alex Santana (Leo Valencia 24’/2ºT); Luiz Fernando, Diego Souza e Rhuan – Técnico: Alberto Valentim.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick (Nonato 14’/2ºT); Guilherme Parede (Wellington Silva 31’/2ºT), Guerrero e Neilton (Nico López 25’/2ºT) – Técnico: Zé Ricardo.

Fonte: Redação FogãoNET