BOTAFOGO LEVA GOLAÇO E PERDE EM RECIFE NA ‘REESTREIA’ DO BRASILEIRÃO

Compartilhe:

O Botafogo foi derrotado pelo Sport nesta quarta-feira (16), por 1 a 0, na Ilha do Retiro. Apesar do equilíbrio, a partida foi definida com um golaço de Neto Baiano, nos acréscimos do primeiro tempo. O atacante marcou o único gol da partida do meio de campo, encobrindo o jovem goleiro Andrey, de 20 anos.

A partida se iniciou com ambas as equipes tendo pouco sucesso ofensivamente. As defesas não faziam grande esforço, mas isso já era suficiente para que os atacantes não conseguissem êxito. E nas poucas vezes que o Sport conseguia vencer a defesa alvinegra, Andrey aparecia seguro no gol, substituindo Jefferson, que defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo.

Pelo lado do Botafogo, uma marcação muito forte no meio campo fazia com que algumas roubadas de bola se transformassem em contra-ataques perigosos. A melhor chance do Alvinegro foi aos 25min, quando Zeballos dominou dentro da área, se livrou da marcação e chutou rente à trave direita de Magrão, que apenas olhou.

E quando o 0 a 0 parecia estar definido na etapa inicial, um lance magistral animou a partida. Neto Baiano recebeu bola no meio de campo. Assim que dominou, percebeu o jovem Andrey adiantado. Foi o suficiente para que ele arriscasse, apesar da distância. Golaço, nos acréscimos do primeiro tempo.

“O atacante sempre fica olhando o goleiro. Foi um golaço, pois peguei muito bem na bola. Mas eu quero mais, 1 a 0 é pouco”, disse Neto Baiano ao PFC, na saída de campo. “Eu estava totalmente ligado no lance, mas ele foi muito feliz na jogada. Mérito dele mesmo”, completou o jovem Andrey.

Em desvantagem, o Botafogo voltou para o segundo tempo determinado a conseguir a virada. Mas o Sport estava mais fechado do que na etapa inicial e complicava a vida do Alvinegro. Assim, o técnico Vagner Mancini decidiu chamar Carlos Alberto, que iniciou no banco por estar se recuperando de lesão muscular. Daniel também entrou na vaga de Yuri Mamute.

O tempo passava e o Botafogo pouco conseguia fazer para chegar ao empate. O Sport, por sua vez, também não conseguia oferecer perigo nos contra-ataques. Assim, o técnico Eduardo Baptista lançou Ananias e Leonardo para tentar surpreender. No desespero, Vagner Mancini fez a última alteração e lançou Jorge Wagner na vaga de Bolatti, ficando apenas com Gabriel de volante.

Com o fim do jogo se aproximando, o Botafogo buscou o ataque de qualquer forma e deu espaços defensivos. E o segundo só não saiu porque o Sport não parecia disposto a matar a partida. Aos 44min o Botafogo até teve uma grande oportunidade com Carlos Alberto, que não conseguiu concluir a gol de dentro da pequena área. Triste retomada de Brasileiro para o Alvinegro.

SPORT 1 X 0 BOTAFOGO

Data/horário: 16/07/2014, às 19h30h (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Auxiliares: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Carlos Jorge Titara da Rocha (AL)
Cartões amarelos: Gabriel e Lucas (BOT) Rithely
Gols: Neto Baiano, aos 46min do primeiro tempo;

SPORT
Magrão; Patric, Ewerton Páscoa, Durval  e Renê; Wendel, Rithely e Zé Mário; Felipe Azevedo (Ananias), Érico Júnior (Danilo) e Neto Baiano (Leonardo)
Técnico: Eduardo Baptista

BOTAFOGO
Andrey; Lucas, Bolívar, Dória e Júnior César; Airton, Bolatti (Jorge Wagner) e Zeballos (Carlos Alberto); Wallyson, Yuri Mamute (Daniel) e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

Fonte: UOL

Comentários