Melhor jogador do Botafogo em 2019, Gabriel tem que se reapresentar ao Atlético-MG em 2020, por força de contrato. O zagueiro quer ficar no Rio de Janeiro, então o Glorioso não mede esforços para a permanência. Entretanto, a definição não será imediata.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

Em entrevista à Rádio Tupi, Carlos Augusto Montenegro, integrante do Comitê Executivo de Futebol do Botafogo, explicou a situação.

– Se a gente tivesse 2 milhões de euros, o problema estava resolvido. Comprava o Gabriel. Mas estamos sem dinheiro, a janela começando agora e o Atlético-MG com o mesmo problema do Botafogo, totalmente sem dinheiro. Está todo mundo querendo dinheiro. O Internacional mandou 22 embora, o São Paulo nos mandou uma mensagem se gostaríamos de jogadores, estão com lista de 12, nós optamos por não renovar com diversos jogadores. Estão todos esperando a janela, para ver se tem proposta de fora – comentou.

– Gabriel teve algum problema com a torcida do Atlético, não gostaria de continuar lá, nada contra a torcida, mas por medo de errar e não se sentir bem. Aqui ele se sentiu bem e em casa. Os salários atrasaram, mas às vezes na vida não é só isso, é gostar do lugar, da torcida, dos companheiros, da forma de trabalho. Além de se sentir bem, é excelente jogador. Estamos fazendo o possível para encontrar um meio. Mas no fundo tudo é dinheiro. Passou a ser um patrimônio importante do Atlético muito valorizado por nós, inclusive temos participação. O que eu queria era ter o Gabriel. Continuamos muitos interessados na permanência do Gabriel, o Atlético pediu pra aguardar pois eles estão trocando técnico e vamos voltar a conversar semana que vem – declarou Montenegro.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Tupi