Vinte e dois meses depois, o Engenhão reabriu as portas. Ao menos parcialmente. Ainda sem condições de receber público, o estádio, fechado para reformas em março de 2013, foi palco de um jogo novamente. O dono da casa, o Botafogo, no entnato, não vai levar boas lembranças: acabou derrotado por 1 a 0 pelo Shandong Luneng, time chinês de diversos brasileiros, entre eles o recém-contratado Diego Tardelli, que fez sua estreia.

A presença na arquibancada era de poucas pessoas. Convidados do consulado chinês de um lado, vips da diretoria do Botafogo do outro. Antes do jogo, com o clima amistoso, Cuca, atual técnico do Shandong, ganhou uma placa e uma camisa do Botafogo, clube que comandou em 2006 e 2007.

Em campo, os times sentiram o ritmo de pré-temporada e o jogo foi mais lento do que uma partida usual. O Botafogo de René Simões mostrou uma equipe recheada de esforçados reforços para o ano de 2015. No gol, Jefferson. Daí para frente dez guerreiros que suaram muito a camisa. Mas faltou inspiração.

O time chinês tinha mais qualidade. Apenas pelo quarteto ofensivo era perceber isso: Montillo, Diego Tardelli, Aloisio e Vagner Love. Muita habilidade, um esforço para aprontar uma correria, tabelas. Em uma delas, aos 17 minutos, o volante brasileiro Júnior Urso bateu cruzado e carimbou a trave direita de Jefferson.

O Botafogo mostrava força pelo lado direito, com o lateral Gilberto explorando as opções no setor. Aos 36 minutos, ele cruzou na área e Bill quase marcou, mas o zagueiro Wang chegou a tempo de desviar a bola e impedir que o time chinês sofresse o revés. Nas cadeiras inferiores de um Engenhão vazio, os chineses presentes gritavam e faziam algum barulho, deixando a tarde mais animada.

Diego Tardelli enfim aparece

No segundo tempo, o Botafogo começou mais organizado, trocando passes na intermediária e tentando acertar os passes. Aos quatro minutos, Bill encaixou bola para Diego Jardel na entrada da área. Sozinho, sem marcação, frente a frente com o goleiro, ele bateu com calma….para fora. E perdeu a chance mais clara do jogo até então.

Aos nove minutos, Gegê, na entrada da área, driblou um dois e bateu colocado, pertinho da trave esquerda do goleiro chinês. Três minutos depois, Carleto bateu falta com violência na entrada da área e carimbou a trave do goleiro Yang. Parecia que o Botafogo voltaria ao Engenhão com uma vitória em breve. Parecia.

Aos 18 minutos, Roger Carvalho fez lambança, saiu jogando errado e entregou a bola no pé de Zhang Wenzhao. A bola foi parar no lado direito, com Diego Tardelli, que girou como quis pela marcação, foi à linha de fundo e cruzou para a área. No segundo travessão, Wang Yongpo ganhou de cabeça e tocou para o fundo da rede. 1 a 0.

Dois minutos depois, o Botafogo quase empatou, com Bill, que foi lançado na entrada da área e tocou por cima do goleiro Yang. Wang Qiang, no entanto, se jogou e conseguiu salvar o gol de empate. No lance,o zagueiro se chocou com a trave e acabou lesionado, tendo de ser substituído. À essa altura, Montillo e Vagner Love já tinham saído de campo no Shandong, com Rodrigo Pimpão e Bill também substituídos no Botafogo. O ritmo do jogo, então, diminuiu.

O Botafgo ainda teve mais duas chances. Primeiro com Willian Arão e depois com Jobson. em ambas, o goleiro Yang conseguiu abafar. Fim de jogo no vazio Engenhão. Na volta para casa, o Botafogo sofreu o primeiro revés de 2015 e saiu com a certeza de que precisa melhorar muito para ser competitivo em 2015.

Fonte: ESPN.com.br