O drama continua, e a história se repete. O Botafogo até consegue produzir, mas não atinge o objetivo final de balançar a rede. Nesta quarta-feira não foi diferente. Contra um adversário limitadíssimo, o Glorioso não teve grande atuação, mas criou boas chances, porém desperdiçou todas e ficou no 0 a 0 com o Figueirense, em Juiz de Fora.

(FOTO: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)(FOTO: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

No primeiro tempo, a melhor chance foi com Bruno Silva, que recebeu de Luis Ricardo e livre, quase na pequena área, isolou. Na segunda etapa, o lateral Marquinhos Pedroso tirou uma bola em cima da linha de Emerson Silva, e depois Renan Fonseca cebeceou com perigo, rente à trave esquerda. Chama a atenção como o ataque do Botafogo é ineficiente.

Agora com nove pontos, o Botafogo segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na 17ª posição, com apenas duas vitórias em dez jogos. A situação já é preocupante. E o Fogão terá agora dois compromissos fora de casa pela frente: Internacional, domingo, no Beira-Rio; e Atlético-NG, quarta-feira que vem, no Independência.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 FIGUEIRENSE

Estádio: Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data/hora: 22/6/2016 – 21h
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG).
Público e renda: 2.797 pagantes / 3.013 presentes /R$ 71.040,00
Cartões amarelos: Ferrugem (FIG)
Cartões vermelhos:
Gols:

BOTAFOGO: Sidão; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Bruno Silva, Airton (Octavio 15’/2ºT), Fernandes e Núñez (Ribamar 38’/2ºT); Neilton e Anderson Aquino (Luis Henrique 13’/2ºT) – Técnico: Ricardo Gomes.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Ferrugem (Jocinei 21’/2ºT), Jackson Caucaia e Bady; Gustavo Ermel (Everton Santos 9’/2ºT), Lins (Guilherme Queiroz 35’/2ºT) e Dudu – Técnico: Vinícius Eutrópio.

Fonte: Redação FogãoNET