Após confirmar Eduardo Hungaro como técnico, a diretoria do Botafogo tem tomado decisões importantes para definir os primeiros passos na temporada 2014. Já informado pela Conmebol a respeito da estreia na Copa Libertadores, o clube alvinegro traça o planejamento para visita ao Equador para enfrentar o Deportivo Quito pela fase prévia da competição. O objetivo dos dirigentes é encerrar a pré-temporada no Brasil e seguir para Quito dez dias antes do confronto – a ideia é minimizar os estragos da altitude pode causar nos atletas.

No dia 29 de janeiro, o Botafogo visita o Deportivo Quito em jogo marcado para as 22 horas (de Brasília). Mesmo sem um nome definido para a área de fisiologia, o clube já discute qual será a melhor forma para jogar na altitude. E uma definição já está feita: após a pré-temporada, o Alvinegro viajará para Quito com antecedência para se adaptar às condições do local do jogo.

O Deportivo Quito manda seus jogos no Estádio Olímpico Atahualpa, com capacidade para cerca de 35 mil torcedores. A altitude de 2.950 metros em Quito e o ar rarefeito fazem o Botafogo ter cuidado especial com o duelo. A partida de volta está marcada para o dia 15 de fevereiro, no Rio de Janeiro.

A pré-temporada do Botafogo será realizada a partir dos primeiros dias de janeiro – ainda não há definição sobre o local, mas a cidade de Saquarema surge como favorita. As primeiras rodadas do Campeonato Carioca serão disputadas por um time alternativo, para que os principais jogadores do elenco se concentrem no desafio pela pré-Libertadores.

“Vamos encontrar dificuldades, principalmente no primeiro jogo, que é um jogo classificatório. Além de um adversário difícil, também temos a tão temida altitude, mas estamos preparando um planejamento e vamos chegar com totais condições, para passar de fase e fazer uma excelente Libertadores”, disse o técnico Eduardo Hungaro.

Ao contrário do Botafogo, o Deportivo Quito não espera a virada de ano para iniciar a preparação para a Libertadores. Os equatorianos deram início à etapa de treinos na última segunda-feira. Por outro lado, a grave crise financeira enfrentada pelo clube poderá beneficiar o Botafogo. Os principais jogadores deixaram a equipe no fim da temporada, caso do goleiro uruguaio Carini e do atacante argentino Nieto.

Se avançar, o Botafogo ficará no grupo 2 da Libertadores, que tem o San Lorenzo-ARG como destaque. União Espanhola-CHI e Independente José Teran-EQU completam a chave.

Fonte: UOL