Sem pensar em empate como resultado positivo. Mesmo diante do líder, o Botafogo considera que apenas a vitória importa para as suas pretensões no Campeonato Brasileiro, que, pela 27ª rodada, terá o Nilton Santos como palco do confronto entre o Alvinegro e o São Paulo, às 16h (de Brasília) deste domingo.

Zé Ricardo já externou que a igualdade no marcador não será vantajosa para ninguém, o que dá a entender que veremos propostas ofensivas no Niltão. Além disso, o comandante do Botafogo fez um pedido indireto ao seus atletas, em entrevista coletiva da última sexta: “ratificar a evolução” da equipe, que vem de duas vitórias no Brasileirão, algo inédito nesta edição.

– Temos uma sequência difícil pela frente, mesmo tendo feito seis pontos nos últimos dois jogos, tem muito time próximo. Uma ou duas rodadas pode mudar tudo. O São Paulo não chegou à liderança à toa. Precisamos jogar no nosso melhor nível. Estamos em crescimento, e esse fim de semana tem que haver uma ratificação da nossa evolução – comentou Zé, que completou:

– Vai ser uma partida tensa, mas acreditamos no nosso campo e nosso torcedor. É preciso um jogo com mínimo de erro.

Como citado por Zé, o Botafogo não pode se dar ao luxo da acomodação na tabela, até pelo fato de ter casa cheia neste domingo. E há garantias de que nem motivações extras seriam necessárias para um duelo deste nível.

– Quando chegamos em um determinado nível de Série A, esse tipo de alerta (motivacional) não é necessário. Os atletas sabem da visibilidade e da importância de um jogo como o deste domingo. Temos apenas que muni-los com o máximo de informações sobre o nosso rival – finalizou Zé Ricardo.

A temida zona de rebaixamento ainda está no calcanhar do Botafogo, agora distante de lá por quatro pontos. Uma vitória contra o Tricolor, contudo, pode permitir que o torcedor alvinegro almeje zonas internacionais. Ou seja, está mais do que na hora de fazer valer a máxima do hino de não poder perder – sobretudo nesta tarde, considera não empatar também.

Fonte: Terra